Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

03
Set11

"OS V A M P I R O S !..."

NEOABJECCIONISMO

 

"V A M P I R O S!"


Para este governo que hoje governa Portugal, inevitavelmente, a obesidade do estado está concentrada na Educação...na Saúde  e na Solidariedade Social...

na Educação: porquê tanto despesismo para promover a ignorância? já o sabiamos...os povos querem-se obtusos...de preferência com os olhos vendados, para não terem a veleidade de sair dos trilhos agendados...não tarda, os edifícios serão substituídos por locais ermos, frondosos, tipo escola de Platão...com professores messiânicos e alunos de eleição que cultivem a sério a aprendizagem...

na Saúde: pois então...com um sistema que tem vindo a modernizar-se, técnica e cientificamente, onde os profissionais dão o seu melhor, em condições muitas vezes adversas, para manter a saúde dos Portugueses em níveis superiores de humanidade e que por via disso, permite uma maior longevidade e qualidade de vida às populações a ele recorrentes, é preciso cortar nos "excessos" de cuidados...a morte de uns tantos éa sobrevivência do sistema...há demasiados idosos com a morte adiada pelos serviços do SNS...

na Solidariedade Social:  reformas...complementos solidários para idosos...subsidios de inserção social...abonos de família..subsidios de desemprego...são "luxos" inadmissíveis na situação de crise em que o país se encontra..."correram com os herdeiros de Salazar? elegeram governos megalómanos?...não querem trabalhar? levaram as pobres empresas à falência a contar com o subsidio?...agora é tempo de "arrumar a casa"...fazendo uso do mandato que em "consciência" nos sufragaram...

É um cerco concertado em torno da liberdade de movimentos...da liberdade de expressão...da liberdade de apreender conhecimento...pergunto-me: de onde terão surgido estas mentes brilhantes..iluminadas...que em tantos anos que o país está mergulhado em défices orçamentais constantes..não tiveram uma palavra..um gesto solidário para com os que pensavam estar a seguir o caminho certo?...

Uma treta..é o que são...olhos nos olhos...são falsos messias como todos os messias que nos foram profetizados...são insensiveis e trazem no bojo da alma, ideias preconcebidas no luxo dos gabinetes, de como ordenar os insurrectos que se rebelaram contra a velha ordem...

mais do que em qualquer outra situação, faz hoje todo o sentido o poema de Zeca Afonso "Os Vampiros"...se alguém se engana com o seu ar sisudo/ e lhes franqueia as portas à chegada/ eles comem tudo...eles comem tudo/ eles comem tudo e não deixam nada..."

autor: jrg

09
Jul11

A MOOD'YS...OS AGIOTAS INTERNOS E OS EXTERNOS !...

NEOABJECCIONISMO

A MOOD'YS...OS AGIOTAS INTERNOS E OS EXTERNOS!...

A MOOD'YS...

A Mood'ys está na ordem do dia...ao que dizem, é a segunda maior agência financeira...de "notação" financeira...
Enviaram-se e-mails de protesto...organizam-se manifestações de desagravo..convoca-se a "geração à rasca"...as brigadas absurdas do reumático...numa tentativa de criar um facto que gere a emoção para o acontecimento da rotura com as "lamechices" do social...da coisa pública... que emblemaram o anterior executivo...

E no entanto, a Mood'ys que conta na sua carteira de clientes com gente "ilustre"e 
instituições Portuguesas "prestigiadas", como a Região Autónoma da 
Madeira...limita-se a emitir opinião pública, como todos nós, quando olhamos e 
criticamos os nossos vizinhos, no sentido de os certificar ,segundo os nossos próprios valores...ou a nossa veia intriguista que condena ou exalta segundo as nossas convicções do momento, pelo seu comportamento nas rotinas diárias...
O volume das compras..a qualidade...as aparências de fausto...a vaidade...o carro 
novo, a casa, a mobília..se os filhos andam nos colégios particulares da moda..as 
férias fora...a casa de campo ou de praia...avaliamos a sua credibilidade pela 
aparência...não sabemos quem são...quanto ganham...a conta bancária...a 
característica humana que faz deles seres solidários, fiáveis...ou absolutamente 
indiferentes à tragédia alheia...

Invejamos ou desprezamos, pela nossa avaliação subjectiva, socorremos com um empréstimo ocasional se validarmos a confiança...até alinharíamos num investimento de lucros fáceis, se uma tal pessoa nos sugerisse...mas se virmos os nossos vizinhos cortar nas despesas de evidência mais exposta...o carro desleixado...um policia que perguntou onde mora fulano...as compras no super mercado, parcas e de inferior qualidade...banana do Equador em vez da Madeira..chispe em vez de bife da vazia...os filhos de olhar triste...a mulher sem pinturas...desconfiamos...retraímos o cumprimento efusivo...mal dizemos a desgraça que ali vai...se nos pedissem dinheiro, dizíamos não...não posso...e não sabemos nada!...

A Mood'ys não sei o que é...quem são...apenas que lidam com alta finança...comem dinheiro...lavam-se em dinheiro...são os Tio Patinhas da era moderna...reinventaram a usura com o apadrinhamento de mentes, talvez criminosas, como tudo o que lida com a avareza do dinheiro...obedecem a critérios de ordem financeira...instigam à subida e quebra de juros, de acordo com a estratégia do momento...sobem para vender...descem para comprar...minaram as economias...arrasaram as competências que os desmascararam...corromperam pela ilusão do lucro garantido os "patriotas" de todos os países...onde os mais frágeis se aprestam a sucumbir por que não encontram saídas...estão convencidos que alteraram irreversivelmente o curso da humanidade...

Só há uma forma de os acalmar...na óptica do liberalismo absoluto que vigora em Portugal...é dando-lhes razão...se a taxa sobre o 13º mês não é suficiente...corta-se o mês total...é pouco? institui-se o salário máximo nacional que não deve ultrapassar o mínimo, já consagrado como justo pelo cardeal Policarpo de Lisboa...não chega?...elimina-se o subsídio de reinserção social...e o de desemprego...privatiza-se os serviços de saúde e montam-se hospitais de campanha com o apoio da AMI... proíbe-se a grande distribuição de importar frutas e legumes e de os rotular como nacionais..."está na hora de mudar..."
autor:jrg
07
Jul11

EXORTAÇÃO À ALMA DAS MULHERES PORTUGUESAS !...

NEOABJECCIONISMO

EXORTAÇÃO À ALMA DAS MULHERES PORTUGUESAS...

«««//»»»

A Mood'ys classifica Portugal abaixo de lixo...será que somos fósseis?...logo, uns tantos puritanos proclamam que é uma atitude vergonhosa...se o governo mal tomou posse...se a primeira medida que tomou, para demonstrar a sua firmeza, foi confiscar parte dum mês de salário a todos os trabalhadores...é terrorismo...terrorismo financeiro...melhor chamar a NATO...accionar os mecanismos de defesa por invasão estranha de país membro...


Eu não vejo qualquer diferença nesta atitude e na do governo, na sua primeira "grande medida administrativa", ao confiscar parte dum mês de salário a todos os trabalhadores Portugueses, no valor de 50% do total, a partir de 485 euros...para uns e para outros, o conceito de vergonha não muda..o que muda é a atitude face a quem é cometido o acto vergonhoso...


Penso que não é a Mood'ys que condiciona o desenvolvimento da nação, mas sim o governo que desmotiva o cerne da alma Portuguesa...os gurus da Mood'ys sabem bem que com tais medidas, a economia estagna por muitos e muitos anos...que os Portugueses são desenrascados por natureza e vão tentar escapar ao saque do imposto sobre o salário, usando toda a astúcia que a vida lhes vai ensinando...os que não conseguirem escapar, ficam mais pobres, tristes, sem força nem coragem para absorver os incitamentos ao despertar da alma... claro que há outras razões para a Mood'ys ter declarado abaixo de lixo a divida Portuguesa..mas, nesse campo, toda a alta finança está comprometida...é uma questão de partilha..de oportunidade..ou de rasteira entre pares...no fim acabam todos por ganhar uma parte de leão...


Penso que a sociedade machista...esta que concede quotas de participação às mulheres...que as seduz pela negativa, colocando-as em pedestais de barro...está em declínio acentuado...as mulheres são a maioria da população...são mais sensatas...têm uma dimensão maior da realidade humana dentro da realidade envolvente...são a origem de toda a criatura humana...i isso também as torna responsáveis pelo bem estar pleno dos seus filhos...
É o tempo de assumirem o novo rumo...traçarem a nova rota para Portugal e para a humanidade toda, deixando de lado os atavios que as tornam peças de ornamentação masculina...


-reúnam os sábios e sábias, as mentes ocultas do conhecimento, os que exercitam a memória, os anciãos da tribo , descomprometidos com os sistemas de governação vigentes...
-estudem uma nova organização do estado, da sociedade, da economia...
-formem um conselho das mulheres Portuguesas, aberto a outras nacionalidades, com representação de todas as regiões do país...
-discutam ponto por ponto uma constituição que seja o orgulho de todo o povo e uma plataforma de orientação para sermos mais humanidade...
-levantar o estímulo de ser povo...levantar o brio da alma Portuguesa...porque queremos ser os melhores cá dentro e não só quando laboramos fora de portas...
-defender com veemência uma língua comum a toda a humanidade...
-eleger o amor e o entendimento, como a moeda de troca de todos os sentimentos interpessoais...
-disciplinar o uso da máquina, colocando-a ao serviço do homem e sob seu controlo...
-sem patriotismos provincianos...porque somos parte da alma humana e queremos honrar a espécie a que pertencemos...
-é preciso varrer com os conceitos e preconceitos que infligem rótulos  despropositados e injustos a quem quer ser apenas livre...
-não nos revemos nesta sub-espécie humana que coloca o dinheiro, o valor do poder financeiro, acima da dignidade humana...


Estamos no epicentro da tempestade...ou damos as mãos para uma nova ordem humanitária, ou andaremos à deriva dos ventos...jogados de mão em mão pouco escrupulosa...manipulados por interesses e mentes que se movem contra o tempo...a razão...o amor...


autor: jrg
06
Jul11

A ALMA DOS POVOS!...A ALMA PORTUGUESA!...E EU

NEOABJECCIONISMO

A ALMA DOS POVOS!...A ALMA PORTUGUESA!...E EU!...


«««//»»»

***

a alma dos povos
não se alevanta com lamurias
nem com medidas prepotentes de austeridade
nem com lutas fúteis fratricidas
nem com criticas de conduta

a alma dos povos 
empolga-se com emoções concretas
empolga-se com os estrategas a seu lado
empolga-se com valores de humanidade
empolga-se com o abrir da consciência

a alma dos povos
já não se alevanta a toque de tambores
nem com odes patriotas
nem com medos sorrateiros
nem com cortes na parca ementa

a alma dos povos 
empolga-se quanto maior for a sua dignidade
empolga-se pela auto-confiança
empolga-se pela expansão da alegria
empolga-se pelo acreditar da esperança

a alma Portuguesa
não se alevanta pelo miserabilismo
tão pouco com objectivos plenos de incerteza
sequer com mestres de ilusionismo
nem por artes de magia manhosa

a alma Portuguesa
agiganta-se pela grandeza do desígnio
agiganta-se quanto maior for a afronta
agiganta-se se cada um participar
com a medida da sua riqueza

da alma Portuguesa
eu sou um milésimo de milionésimo
ou pouco mais que zero  mas vivi
a alma lusa em momentos de excepção
peguem-lhe fogo qu'ela ateia mas ácido não

autor: jrg
05
Jun11

AI...ROSA FLOR !...

NEOABJECCIONISMO

foto tirada da net

 

«««//»»»

meu voto para ti rosa flor de Maio
neste dia de brilho Primaveril
olho o mar profundo a praia onde me espraio
acaricio tuas pétalas de amor tão subtil

*

de manhã cedo fui a votos rosa flor
a ver se achava a Primavera antes da despedida
um mar de gente te devotava grande amor
apesar de alguns espinhos a sangrar na dor sentida

*

fiquei ali ao sol submerso em ar festivo
os olhos fixos no voto da rosa dos meus amores
inebriante a alegria do sonho expressivo
sentir a rosa flor espalhar no vento seus odores

*

autor:jrg

03
Jun11

ELEIÇÕES de 05 DE JUNHO 2011...EM PORTUGAL!...A FÁBULA!...

NEOABJECCIONISMO

ELEIÇÕES de 05 de JUNHO 2011...EM PORTUGAL!..A FÁBULA!...

A FÁBULA DA VINGANÇA URDIDA...

**
Nesta fábula de contornos mediáticos, o Coelho veste a pele do Lobo e aceita fazer parceria, abrindo as Portas à entrada da Raposa, não sem antes, com a ajuda da Hiena Louca e do Jagudi Marxista (de marchar...)  terem banido do trono, usando a trama do ataque consertado, a golpes de dentuça afiada, o Leão já ferido de morte, por tantas investidas dos carnívoros, sedentos de lhe tirarem o poder, para reinarem sobre os outros animais...
Á volta da arena, clareira profusamente iluminada, por tudo o que eram estrelas cadentes, havia búfalos, esquilos, répteis, besouros, elefantes falhos de memória, zebras, girafas, camaleões, que emitiam sons entre cruzados, confusos, de agravo uns, de desagravo outros..."mata.. ...Fora...morra...as araras tinham tocado a rebate...
_O Leão chegou ao fim...é, foi, incapaz de proteger a vida na floresta...
e chegavam-lhe o dente ao pelo...e berravam desabridos...ninguém sabia o quê..o porquê..apenas que falhara...falhara!...e era preciso bani-lo com a vontade expressa de uma maioria absoluta...
O Leão, ciente que governara com sabedoria, traído pela calamidade Universal que desabara intempestiva na Selva há muito acomodada, traído pela intriga dos grupos que o pressionavam a abdicar, dava voltas sobre si próprio, enfrentando um a um os cabecilhas, urrando com denodo e coragem.
Assediado por todos os lados do habitat, sentindo a dor  no alarido, de uivos , latidos, ferroadas...o ardor do sangue, dentro e fora que o empolgava, o Leão rugia, do alto do seu conhecimento...que só com ele a selva teria paz..harmonia...
As coisas estavam feias para o seu lado, mas sem quebra de ânimo, insistia na defesa dos valores ancestrais...já os outros cantavam vitória, ante os animais da selva amedrontados...a todo o momento saltariam sobre o leão e consumariam o veredicto urdido...
O lobo, de cuja pele esfarrapada sobressaíam as orelhas de Coelho, dá um passo à frente...a Raposa, entre portas entalada, olha, astuta... a Hiena Louca, ri...o Jagudi marxista, ergue a careca desbotada...o Leão está prestes a vender cara a despedida...brame...abana a juba ensanguentada...
Há uma pausa de silêncio...quando o momento decisivo se aproxima...e de entre a expectativa ouve-se um rumor de extrema agressividade...os ramos das árvores abanam numa chiadeira impressionante...o som estridente da macacada ecoa nos ouvidos dos presentes...águias portentosas picam nos farsantes...gorilas, chimpanzés e macacos comuns, há tanto tempo indecisos, tomaram partido pelo Leão injustiçado...exibem ramos e roncos agressivos que põem em debandada o bando de feras arruaceiras... o leão voltou a ocupar o seu lugar de rei dos animais, por vontade dos agora desintoxicados soberanos da floresta...
autor: jrg
24
Jan11

PARABÉNS JOSÉ MANUEL COELHO... Resultado na Madeira é um "basta" ao jardinismo

NEOABJECCIONISMO

Resultado na Madeira é um "basta" ao jardinismo
23 de Janeiro de 2011, 21:33
José Manuel Coelho afirmou hoje que o resultado que obteve nas eleições presidenciais de hoje é “uma vitória do povo madeirense” e constitui um “basta” a Alberto João Jardim.

“Os madeirenses disseram agora basta ao dr. Jardim e aos seus apaniguados porque ele está rodeado daqueles corruptos que têm enriquecido com o dinheiro que a República tem mandado para a Madeira enquanto os madeirenses passam fome”, disse Coelho à agência Lusa.

Segundo o deputado do PND-Madeira, a votação de hoje é uma demonstração de que “o povo já está cansado de 30 anos de ditadura jardinista, já está saturado e isto é um sinal claro que eles dão ao dr. Alberto João Jardim que está na hora de ele ir embora e cuidar dos netos”.

Segundo José Manuel Coelho, “o povo madeirense quer mudar de política, quer uma política moderna, de desenvolvimento, de solidariedade de mais emprego, de mais direitos, de melhores condições de vida e isso passa pelo afastamento do jardinismo desta terra que já deu o que tinha a dar”.

Concluiu que “os madeirenses querem uma sociedade virada para os valores de 25 de Abril”.

José Manuel Coelho foi o segundo candidato mais votados nas eleições presidenciais na Madeira.

@Lusa

 

***

 

José Manuel Coelho
Biografia
Natural de Santa Cruz, José Manuel da Mata Coelho tem 58 anos e é pai de duas meninas. Chegou a frequentar a licenciatura em Fisica, mas acabou por não prosseguir os estudos. Jovem militante do PCP, chegou a fazer uma viagem à União Soviética.Actualmente, é deputado pelo PND Madeira. A sua actuação política tem sido marcada por actos polémicos, como, por exemplo, o dia em que exibiu uma bandeira nazi no Parlamento da Madeira. Esta acção, que pretendia comparar a governação de Alberto João Jardim ao regime nazi alemão, levado a cabo por Adolf Hitler, fez com que fosse impedido de entrar na Assembleia. Hoje candidata-se à Presidência da República com a intenção de, não só chegar às urnas, como disputar uma segunda volta

 

***

O meu comentário:

Os meus calorosos parabéns, José Manuel Coelho...a sua humildade e postura civica venceu o despotismo...pode não ter ganho nada no concerto dos conceitos...mas é, desde já, a personalidade mais ilustre do povo da Madeira, nos últimos 60 anos, que eu saiba...e ficará na memória colectiva de todos os Portugueses...mas não desista...capitalize esse descontentamento crescente e teremos noticias suas brevemente...
um abraço de admiração e de esperança.
joão raimundo

13
Nov10

AUNG SAN SUU KYI

NEOABJECCIONISMO

quero saudar a libertação
ainda que efémera realidade
duma mulher vitima da ocupação
da violência sobre a liberdade

não quero ter dúvidas acreditar
que amor em Birmanês
significa o mesmo sentir amar
que é sentido em Português

quero não sendo o primeiro
espalhar amor daqui por este povo
a despertar no homem inteiro
a alma deste mar em que me movo
jrg


13
Out10

ESTA GENTE QUE SOMOS...PORTUGAL!... - I

NEOABJECCIONISMO
a alma da gente Portuguesa
nascida de entre sangue e flores
é um cruzamento da natureza
que realça o ódio e os amores

imagino um povo pária acossado
na história chamado Lusitânia
vindo sei lá donde esperançado
de escapar à barbara tirania

tribos pré celtas e mais iberos
que nestas terras se fixaram
depois galaico lusitanos perros
que os romanos arduamente conquistaram

após a queda do Romano Império
suevos vândalos visigodos
alamos búrios mouros vitupério
da original virtude a rodos

desta mistura o sangue se apurou
uma pitada de cartagineses
e fenícios de visita que chegou
eis quem somos nós os Portugueses

depois de mal contidos na nação
zarpamos pelos mares adentro
na ânsia da conquista pelo pão
se foi agravando nosso tormento

cruzámos espécies em nome de deus
cuidando que seriam apagados
por todo o mundo descobrimos céus
de amor e morte foram povoados

o que aprendemos foi a artimanha
de viver em caos e permanente
sábios de bazófia alguém nos ganha
só quando encurralam nossa gente

então fazemos logo de mendigos
são outros não nós que maldizemos
fossos que cavámos são antigos
não é nosso o buraco que ora fizemos

iletrados distraídos na jactância
deixamos sair grandes crânios
atraídos pelo fausto da ganância
exportamos suco importamos sucedâneos


autor: jrg
05
Fev10

A CONCORDATA DA OPOSIÇÃO!...

NEOABJECCIONISMO

 

 

 

foto tirada da net

 

Que viva eterno no belo jardim seu presidente

Ele conseguiu ter contra si toda a Nação

Apesar de não haver mais quem o aguente

Ele virou de truão a boa gente para a enfatuada oposição

 

Numa ilha onde grassa o endividamento

É moda pagar tarde ou nunca a quem fornece se é do Continente

Não sendo de estranhar o patriarcal sentimento

Com que acolhem a prepotência insigne do seu presidente

 

Estranho é ver a unicidade de grupos políticos diletantes

No aprovar da lei que gerou toda a discórdia

São só migalhas dizem rebarbativos concordantes

Fazem pensar que são parte do presidente nesta mixórdia

 

Por artes de magia ou por ingenuidade Continental

O rendimento per capita é maior no pedinte que no dador

Ou porque a medida é feita de comum e desigual

Ou é na área do presidente que a capitalização do lucro inclina a seu favor

 

Como disse a seu tempo um controverso estadista oriental

“Uma faúlha pode incendiar toda a pradaria”

Assim esta lei das finanças regionais é um pretexto ocasional

Para evidenciar a singularidade da nossa mediania

 

 Tenham vergonha o povo vota não à concordância

Em torno de jardim o truão presidente

Mal-educado insolente homem de mão da manigância

Se alguém ceder que se demita o povo não se revê em quem lhe ferra o dente

 

Autor. JRG

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores