Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

03
Mar13

A REVOLUÇÃO ADIADA !

NEOABJECCIONISMO


A REVOLUÇÃO ADIADA!
**
no palco havia
uma frente de mulheres aguerridas
ante uma multidão
de gente sofrida que grita abaixo a tirania
fora com os ladrões
era Lisboa no terreiro do povo
rendida ao canto
das palavras vestidas de indignação
vibrantes as vozes
dessas mulheres que da frente liam
proclamando um manifesto
do que não queremos para as nossas vidas
emocionam-se os poetas
as gentes e as crianças manifestam-se
está tudo ali quase um milhão
a ver se sai a palavra do povo que mais ordena
a ordem de ali mesmo acampar
até que os bandidos larguem o osso
mas o que sai são pedidos pungentes de fora troika
nada de violência
havemos de os cansar bramando até à insolvência
enquanto o país se arruína
porque a alma do povo ainda anda à deriva
eram tantas as mulheres
que naquele palco ante a multidão havia
mas nenhuma era Maria da Fonte
e se fossem! que desígnios de governo nos traziam?
quase um milhão de gente
inundou o Terreiro do Povo em Lisboa
e a revolução parou à hora da saída
***
autor: jrg
19
Set12

CONVOCATÓRIA!

NEOABJECCIONISMO
foto pública tirada da net
**
CONVOCATÓRIA!!!
***
convoco todas as forças ocultas
as da natureza
as do cosmos e abismos da alma
que soprem ventos
que o mar se revolte e regenere
as entranhas da terra
que se solte o fogo e arda tudo
o que nas palavras
não gera no corpo uma emoção
de sustentar a vida
*
convoco as palavras interditadas
nos subterrâneos conflituosos
onde se movimenta a nossa consciência
os gestos absurdos
de falsos estrategas do pensamento
os versos de poemas
odes cantilenas de poetas inversos
para que se municiem
da transparência púdica insofismável
invadam suas almas de ternura
*
convoco as crianças inocentes
de sorrisos tão lindos
e as carentes de amor de olhar triste
para darem as mãos
e em cada mão uma flor d'esperança
a fazerem de adultos
galgando as barreiras dos tiranos
porque perderam o medo
ao verem-se ser tantas orgulhosas
à beira do abismo dos sonhos
*
convoco as consciências
livres pensadores envergonhados
os defensores da nação
não os patriotas ficam onde estão
que armados uns de sabedoria
outros de balas para todo tipo de canhão
reponham valores de origem
internem esta demência desvalida
dos agentes da desgraça
que não saciam sua fome de vingança
*
convoco os deserdados de viver
que acreditem nos valores da dignidade
se munam de toda a esperança
e da sua capacidade de até a morte vencer
agarrem  com o fervor da alma
a oportunidade de gerirem a sua sorte
entre escolhos de desumanidade
abandonados sem préstimo p'los "valentes" 
ergamos de novo a imagem
da nossa humanidade povo em construção
*
convoco todas as mulheres
mães amantes de toda a criatura humana
que a história condenou à servidão
para não se deixarem enganar na sedução
de serem mais lindas fantasiadas
do que inteiras a pensar um mundo justo
o tempo urge e num ventre de mulher
em gestação há uma ideia nova pronta a nascer
uma filosofia um conceito de vida
baseada no amor que é comum a toda a natureza
*
convoco os cobardes e os valentões
os vagabundos com e sem eira nem beiral
os que só agora sentiram
a devastação que se apropria de nossas vidas
os que acreditaram na mentira
de alma ferida mas validada pela esperança
para que não se deixem vergar
pela incompetência dos valores invertidos
unidos por memória à resistência
contra a ablação da dignidade humana
*
há uma nova via para a felicidade
em paz amor e harmonia de vidas responsáveis
as nossas crianças exigem-nos a coragem
de desmantelar todo o poder que se arroga mais valia
quer seja um acto tresloucado
que erradique esta nojice de gente avassalada
ao obscuro domínio dos interesses
ou um pensamento imarcescível que humanize
num volte face a corrente histórica
que nos prende à morte por um fio de vida
autor: jrg
24
Mar12

POLÍCIA DE CHOQUE !

NEOABJECCIONISMO
POLÍCIA DE CHOQUE
***
são os homens de ferro do sistema
máquinas cientificamente programadas
nem sorrisos nem esgares
lábios cerrados olhos fixos nos vultos que se agitam
foram treinados para massacrar
nada os impede quando postos em movimento
não ouvem vozes nem lêem escritos
como os aviões não podem aterrar quando levantam
obedecem a ordens em código secreto
como cães de elite sequiosos de mostrar talento
são de choque intervenção ou especial
nenhum governo os dispensa ciente da sua fraqueza
e porque não vêm senão vultos
massacram velhos mulheres crianças mãe e pai
são inimputáveis que ninguém se engane
os inquéritos são normas apagadas ao cair do pano
mas não são invencíveis e como tal
tornam-se impotentes perante armas iguais
ou na presença de uma multidão
imagino Lisboa sitiada arquejando as gentes
vandalizadas na sua dignidade
sem emprego marginalizadas pelo estado
imagino se forem mais que um milhão
decididos a mudar o tempo a alterar a rota de vergonha
perante uma tal força de vontades de emoções
não há polícia que obedeça
nem quem ouse o código soletrar
autor: jrg

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores