Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

31
Mar12

É MENTIRA !!!

NEOABJECCIONISMO
imagem pública tirada da net
*
É MENTIRA !!!  (I)
***
é mentira que haja
democracia em Portugal...
*
é mentira que o país
tivesse algum dia sido independente
se nasceu refém da santa sé
e dos interesses de quem à parte o quis
povo miscelânea de alma ardente
memória sanguinea de parecer mais do que é
povo ardiloso de misturas subtis
*
é mentira que o Presidente da República 
seja de todos os Portugueses...
*
é mentira que as eleições
sejam justas livres e transparentes
se as regras são reféns de vis interesses
propensas a jogos de poder manipulações
onde a abstenção é banida do que sentes
não conta é crime para impedir que penses
na lei que permite tais aldrabões
*
é mentira que Sócrates
seja o único culpado desta bancarrota...
*
é mentira que Camões
se salvou a nado e mais o manuscrito dos Lusíadas
ou estava em seco e o areal a vau venceu
ou naufragou o pensamento aos trambolhões
contam-se histórias do poeta fantasiadas
para servir a quem em vida lhe mordeu
e jocosamente diz: cego dum olho torto dos colhões
*
é mentira que haja igualdade de oportunidades... 
em Portugal o que há é a lei da selva...
*
é mentira que este governo
de cariz violento e na arrogância ultramontano
seja legal à luz do comum direito
ele é tão só veículo dum sistema que abomino
assente no ultraje ao ser humano
que humilha a mulher que lhe deu peito
convencido de parecer que é moderno
*
é mentira que Gaspar
seja o salvador  da Pátria financeira..
*
é mentira ou como pode Gil Vicente
ter sido ourives e vate na corte d'el rei
pai do teatro Ibero-Português e do renascimento
mestre da balança dramaturgo d'aquem neste Ocidente
se nem sabem quando e aonde nasceu de lei
tão pouco a data do falecimento
e se escreveu em Castelhano que pátria sente
*
é mentira que existe liberdade d'imprensa
em Portugal...
*
é mentira que possa resultar positivo
a estratégia deste governo face à ditadura financeira
amortalhando a alma viva Portuguesa
o que ele provoca é a evolução do poder mais criativo
que muito em breve o varrerá para a lixeira
lugar de culto pr'a devolver o lixo à mãe natureza
que o transformará em húmus produtivo
*
é mentira que o rei da selva continue a ser leão...
agora quem reina são os tubarões...
*
é mentira que Sebastião o desejado
seja um mistério envolto em denso nevoeiro
vitima da intriga do clero e atraído 
foi morto e lá ficou por espada trespassado
mas um mito já então era certeiro
para acorrentar o povo ao juízo desvalido
de quem governa reino ou estado
*
é mentira que ainda esteja em vigor
uma constituição da República Portuguesa
*
é mentira que nada se possa fazer
à manifestação convulsiva de tantos movimentos
é preciso que suceda o acto de pensar
há uma força feminina que emerge a renascer
mantida na penumbra pelos santos mandamentos
alma de mulher inteira cansada de se humilhar
mulheres coragem... quantos são?venham que não temos medo de vencer!!!
»»»
jrg
(pária...apátrida...cidadão da MÁTRIA em construção...)
14
Out10

ESTA GENTE QUE SOMOS...PORTUGAL!... - II

NEOABJECCIONISMO

nascemos pobres ou ricos tanto faz
se educados somos meninos da mamã ou do papá
viver em tanta fartura e não ter paz
é dos genes ou cromossomas mutações na hora H

se pobres somos corrécios gentinha Zé povinho
carregamos a tragédia ou coitadinhos
apodamos os ricos de ladrões entre pão e vinho
na tasca onde ganhamos coragem sozinhos

sendo no trânsito os melhores condutores
vociferamos aos lentos e faltosos
descobrimos nas filas invisíveis corredores
os outros é que são os criminosos

chegar primeiro à posição mais conveniente
pisar fraudes e canteiros de flores
corromper para ganhar perdendo a demais gente
desgastar a vida em copos e amores

ter um negócio legal quase falido
estabelecer uma corrente de economia paralela
impostos paguem os tansos sem bramido
a honra é uma aparência e a crise uma balela

há todavia em rigor uma só situação
em que nos empenhamos intrépidos palradores
no futebol na politica não abrimos mão
somos árbitros legislamos e exímios treinadores

subir à cunha que a pulso faz doer o cotovelo
defendemos o produto enganamos o parceiro
agiotas de moeda e pensamento somos com zelo
cada um é em si mesmo por demais porreiro

no amor somos de natureza os melhores amantes
colmatamos as fraquezas com a violência
na rua beijos em casa indiferença entre estantes
as mãos e as palavras perdem paciência

somos em multidão gente invejosa e enfurecida
seguimos o mote do que parece mais forte
perdemos sempre salva a desproporção devida
mas cantamos vitória seja no sul ou norte

o que mais me impressiona nesta nova Lusitânia
é a falta de unidade em torno do bem comum
os sábios zarparam todos com medo desta insânia
que a inveja e a usura tornaram ad eternum

autor: jrg


13
Out10

ESTA GENTE QUE SOMOS...PORTUGAL!... - I

NEOABJECCIONISMO
a alma da gente Portuguesa
nascida de entre sangue e flores
é um cruzamento da natureza
que realça o ódio e os amores

imagino um povo pária acossado
na história chamado Lusitânia
vindo sei lá donde esperançado
de escapar à barbara tirania

tribos pré celtas e mais iberos
que nestas terras se fixaram
depois galaico lusitanos perros
que os romanos arduamente conquistaram

após a queda do Romano Império
suevos vândalos visigodos
alamos búrios mouros vitupério
da original virtude a rodos

desta mistura o sangue se apurou
uma pitada de cartagineses
e fenícios de visita que chegou
eis quem somos nós os Portugueses

depois de mal contidos na nação
zarpamos pelos mares adentro
na ânsia da conquista pelo pão
se foi agravando nosso tormento

cruzámos espécies em nome de deus
cuidando que seriam apagados
por todo o mundo descobrimos céus
de amor e morte foram povoados

o que aprendemos foi a artimanha
de viver em caos e permanente
sábios de bazófia alguém nos ganha
só quando encurralam nossa gente

então fazemos logo de mendigos
são outros não nós que maldizemos
fossos que cavámos são antigos
não é nosso o buraco que ora fizemos

iletrados distraídos na jactância
deixamos sair grandes crânios
atraídos pelo fausto da ganância
exportamos suco importamos sucedâneos


autor: jrg
29
Ago09

EM JERUSALEM

NEOABJECCIONISMO

em jerusalem
há um museu do holocausto
ainda bem

em Jerusalem
há dois povos que se digladiam
e outros que se abstêm

em Jerusalem
há homens virtuosos abastados
e outros que nada têm

em Jerusalem
há um muro das lamentações
que balas não atingem

em Jerusalem
há a esplanada das mesquitas
Judeus e Árabes que discutem

em Jerusalem
há mortos que reivindicam pela paz
e vivos que a diluem

em Jerusalem
há duas culturas antagónicas
que a ONU sustém

em Jerusalem
discute-se a hipocrisia a morte de meninos
surdos e mudos aos apelos de uma mãe

autor:  jrg

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores