Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

03
Jul10

DA JANELA...A PENUMBRA...

NEOABJECCIONISMO

 

I

 

na penumbra da sala
os teus olhos quase negros
doce espera ânsias entre suspiros
de silêncios as mãos as tuas
os seios os bicos flores mimosos
e eu suspenso no parapeito
a entender-te há quanto tempo

na sensualidade das mãos
as tuas que me procuram
um gesto... vem... que medos
o teu corpo e salto
tacteio o silêncio o teu suspiro
o cheiro...de dentro da alma
inundas-me-te na aragem

regredir a um tempo sem espera
quando o sangue afluia
os teus lábios a pele macia
ainda o toque não aconteceu
uma nesga de luz o luar
o teu sexo rubro
sobressaindo do tufo de pelos

o meu corpo nu ante o teu
sem que o tivesse despido ou despi
as mãos leves sobre a pele quente
os teus olhos que me procuram
e acham num instante dos meus
toco-te a sentir-te dentro de mim
do lado de fora da janela

quero dizer um nome uma palavra
romper o silêncio gritante que me impele
aceitas que as mãos te percorram
suspiras quando te toco o sexo húmido
enrosco-me no teu odor
sigo os teus gestos o meu corpo
deslizando sobre o teu tu

a tua boca os lábios a língua
frutos vermelhos que me tomam lascivos
colados os corpos entrelaçados os sexos
quebrado o silêncio que a janela escondia
afãs de entrada e saída apertos
fechados os olhos a sentirmo-nos
no deleite da alma teus ais ser-te

reviras-me sentada sobre o meu corpo
ambas as mãos as minnhas sobre os seios
entras-me entranhas-me chama ardente
como amazona cavalga seu potro
esporeias-me de dentro do teu fogo
elevas-te elevas-me numa paragem do tempo
meu amor é agora que tudo começou...


autor:JRG

27
Mar10

ENCONTRO

NEOABJECCIONISMO

 

 

foto tirada da net

 

{#emotions_dlg.blueflower}

 

sabemos apenas de cada um de nós o mito

uma silhueta virtual com que nos apresentamos

teus olhos os lábios o rosto em que me fito

partimos ao encontro no tempo que pensamos

 

talvez curiosos de saber se nos mentíamos

a imagem que nos demos era passado ou já presente

as palavras eram ditas porque nelas nos sentíamos

ou eram fantasias expandidas pela mente

 

vi-te de longe seduzido tão sensual inquieta

o corpo em movimento o olhar instante

não eram nítidos os contornos que a luz projecta

mas vi a tua alma adejar sobre ti arfante

 

senti um arrepio de excitação um doce frémito

o coração acelerou seu batimento

olhos nos olhos meigos enfim me dizes te acredito

podes entrar e ser em mim um sentimento

 

o teu sorriso belo encantador e confiante

o beijo que trocamos na face quente

a frescura que ficou duradoura tão marcante

de alma que entrou em quem a sente

 

do silêncio que fizemos dentro de nós renasceu

uma outra chama até então desconhecida

um homem uma mulher cada alma estremeceu

num mundo novo de criança embevecida

 

saem dos teus lábios palavras ébrias inebriantes

sigo o movimento sensual quando se abrem

e ao fecharem-se ambos suados de ti puros amantes

leio o que dizes sem ouvir os sons que fazem

 

autor: JRG

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores