Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

18
Dez11

MENSAGEM DE NATAL...

NEOABJECCIONISMO

foto: Photobucket

*

MENSAGEM DE NATAL !...

*

natal era

a refeição de carne

os doces os presentes

a magia

de haver um deus igual a mim

*

natal era

rapar os tachos de iguarias

estrear roupa e

bota nova o banho

colher sorrisos de fraternidade

*

natal era

sonhar em cada sobressalto

da madrugada

espreitar o sapatinho à chaminé

a ver se o sonho me acordava

*

natal era 

a matança galinácea

a família a tribo à braseira

as conversas solidárias

à luz dos candeeiros a petróleo

*

natal era

já então a hipocrisia do amor

o beijo comprometido

os brindes a troca dos interesses

dum povo orgulhoso de si só

***

natal passou a ser

um dia virginal de vasto amor

dois dias de descanso

o negócio dos afectos com deus a morrer

vitima do conhecimento

*

o natal passou a ser

a tradição saudosa dos avós

o alimentar de ilusões

nas crianças bajuladas de atenção

famintas de afectos

*

o natal passou a ser

as férias a festa orgásmica fugaz

o ser natal pelas crianças

a exibição de mais ter que parecer

a sentir os outros por rivais

*

o natal passou a ser

o dia de partilhar a solidão

de olhar o outro sem ver nele o estranho

mas atento ao ser demais

de perder na festa o valimento

*

natal passou a ser

dia de boa disposição obrigatória

oferecem flores livros aromas

sobem os juros e mais valias agiotas

dum povo global de euforia

***

natal hoje é

o volte face com deus fora de cena

se não fossem as crianças

intoxicadas pelo fluxo da propaganda

a mesa menos farta de alegria

*

natal hoje é

na ostentação o brilho da tristeza

o medo a perda da ilusão

a exaltar o ânimo do homem como meio

vencido pela técnica e a usura

*

natal hoje é

um compasso de espera na esperança

a dar um tempo à revolta

de toda a fera quando aprisionada

que até a natureza espanta

*

natal hoje é

dia mítico de memória recente

que já não vale a pena de todo engalanar

carente de humanidade

dia festivo dos abutres da rapina

*

natal hoje é

uma festa sem emoção nem tréguas marginal

à beira de total incumprimento

onde o beijo o abraço o sorriso

são manjar de esperança do novo renascimento


*

felizes os pobres de "amor" infectados

será deles o reino do novo humanismo


autor: jrg

22
Dez10

N A T A L ...???!!!

NEOABJECCIONISMO

foto tirada da net

 

{#emotions_dlg.bouquete}

***

não me preocupa tanto

que crianças não satisfaçam fantasias

na data induzida por encanto

pelos média e poderes sem demasias 

 

o que me preocupa e agonia

é que o sonho a fantasia desapareçam

do pensamento sendo mais valia

e crianças de fome e medo desfaleçam

 

não atormenta a minha dor

a data festiva de Natal convencionada

a orgia das dádivas do amor

sobre a hipocrisia de ser tudo ou nada

 

o que me desespera e inquieta

é ante a injustiça sentir a impotência

que leva o sonho da alma do poeta

e que adormece a humana consciência

 

não me fere nem incomoda

que me desejem felicidade pelo Natal

me perdoem a violência toda

que meu erro de julgar seja mortal

 

o que a alma me desassossega

é sentir que ordenaram nossas vidas

em nome do conceito que sonega

a liberdade de viver em plenas dúvidas

 

quero para todo o mundo farra imensa

comam bebam encham a pança

partilhem presentes esqueçam a sentença

que paira impunemente sobre a esperança

 

quero dizer que amor não tem data marcada

nem é único na humana virtude

todo o animal ama por instinto à descarada

só o homem degenera na atitude

 

não há credo nem religião ou seita que subsista

quando os códigos secretos se decifram

pela sabedoria do conhecimento inda que insista

a metáfora dos poderes que nos esmifram

 

quero saudar ateus cristãos judeus e islamitas

e todos os ramos da espiritualidade

dos mais humildes seres aos arrogantes e eremitas

não há amor maior que o da saudade 

 

autor jrg

05
Out10

ARCO - ÌRIS

NEOABJECCIONISMO

 

{#emotions_dlg.bouquete}
recordo a fascinante alegria
quando o sol Primaveril
me soltava da chuva a magia
ao meu olhar infantil
{#emotions_dlg.blueflower}
sinto a mão firme ao clicar
a lembrança de menina
arco-ìris céu azul a se soltar
uma lágrima pequenina
{#emotions_dlg.sol}
a silhueta dos ramos desfloridos
mãos erguidas de esperança
côres maviosas de alegres sortidos
risos cristalinos de criança
{#emotions_dlg.rainbow}
terra escura olhos mágicos
amarelo verde rosa
fenómeno efeitos cósmicos
que o meu poema glosa
{#emotions_dlg.meeting}
nesta arte maior meu sortilégio
no sentir a alma da imagem
saída da essência do ser egrégio
que sente e fixa com coragem
{#emotions_dlg.orangeflower}
sensível ao toque ao movimento
dentro e fora do corpo à luz
a simbiose de todo um sentimento
de quem ama e de amor seduz
{#emotions_dlg.lua}

agora já não estranho o sentido
ou semelhança com provocação
do sorriso nos lábios contraído
antes lhe acho a alma o coração
autor :jrg

29
Ago09

EM JERUSALEM

NEOABJECCIONISMO

em jerusalem
há um museu do holocausto
ainda bem

em Jerusalem
há dois povos que se digladiam
e outros que se abstêm

em Jerusalem
há homens virtuosos abastados
e outros que nada têm

em Jerusalem
há um muro das lamentações
que balas não atingem

em Jerusalem
há a esplanada das mesquitas
Judeus e Árabes que discutem

em Jerusalem
há mortos que reivindicam pela paz
e vivos que a diluem

em Jerusalem
há duas culturas antagónicas
que a ONU sustém

em Jerusalem
discute-se a hipocrisia a morte de meninos
surdos e mudos aos apelos de uma mãe

autor:  jrg

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores