Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

10
Mar10

OS TEUS OLHOS VERTEM LÁGRIMAS

NEOABJECCIONISMO

 

foto tirada da net 

 

dos teus olhos belos saem lágrimas

são de dores que escondes nos sorrisos

teu coração sangra das lástimas

por falsos teus amores tão indecisos

 

dos teus olhos meigos escorrem lágrimas

segredos de alma de mulher

chora até que sequem logo animas

como a flor orvalhada volta a erguer

 

dos teus olhos doces vertem lágrimas

amaste sem saber a indiferença

que depressa se cansou e ainda a mimas

mais valera que lhe lesses a sentença

 

autor: JRG

 

 

12
Fev10

OS TEUS LÁBIOS

NEOABJECCIONISMO

 

 

 

foto tirada da net 

 

 

ouviste o que eu disse?...

perguntas ante a minha absorção

fixo em teus lábios os movimentos dúcteis

o superior e o inferior que descobrem os dentes alvos

deixam passar odores entre sorrisos

na volúpia lúbricos vaginais

 

os teus lábios

 

sedutores que me seduzem

que alargam e encolhem nos trejeitos das palavras

a língua que os lubrifica sequiosos

lhes repõe o brilho que os evidencia

movem-se ambos na volúpia das posições

apelam excitam ou repelem

 

os teus lábios

 

tão sensuais na tua graça de dizer

todas as palavras que não entendi silenciadas

preso no êxtase dos movimentos voluptuosos

cativo sem dono da alma que os impele

tão próximos de mim me estremecem

de desejos pelas palavras que não dizes

 

os teus lábios

 

autor:JRG

 

05
Fev10

A CONCORDATA DA OPOSIÇÃO!...

NEOABJECCIONISMO

 

 

 

foto tirada da net

 

Que viva eterno no belo jardim seu presidente

Ele conseguiu ter contra si toda a Nação

Apesar de não haver mais quem o aguente

Ele virou de truão a boa gente para a enfatuada oposição

 

Numa ilha onde grassa o endividamento

É moda pagar tarde ou nunca a quem fornece se é do Continente

Não sendo de estranhar o patriarcal sentimento

Com que acolhem a prepotência insigne do seu presidente

 

Estranho é ver a unicidade de grupos políticos diletantes

No aprovar da lei que gerou toda a discórdia

São só migalhas dizem rebarbativos concordantes

Fazem pensar que são parte do presidente nesta mixórdia

 

Por artes de magia ou por ingenuidade Continental

O rendimento per capita é maior no pedinte que no dador

Ou porque a medida é feita de comum e desigual

Ou é na área do presidente que a capitalização do lucro inclina a seu favor

 

Como disse a seu tempo um controverso estadista oriental

“Uma faúlha pode incendiar toda a pradaria”

Assim esta lei das finanças regionais é um pretexto ocasional

Para evidenciar a singularidade da nossa mediania

 

 Tenham vergonha o povo vota não à concordância

Em torno de jardim o truão presidente

Mal-educado insolente homem de mão da manigância

Se alguém ceder que se demita o povo não se revê em quem lhe ferra o dente

 

Autor. JRG

 

17
Jan10

MANIFESTO POÉTICO

NEOABJECCIONISMO

ouviu por estes dias relatos horripilantes

leu na internet testemunhos da cruel  realidade

o poeta que pensava ter do mundo uma visão correcta

com as ditas  ajudas solidárias às almas sobreviventes

estarreceu  ao conhecer a nudez forte da verdade

e deu um grito de alerta a todo o  Planeta

 

o Haiti é uma mancha macabra da humanidade

uma pérola da miséria humana dos teres e dos haveres

 o controlo Americano é a vergonha dum povo em declínio

há povo que come e bebe os restos da promiscuidade

ante a  beleza exuberante da paisagem o exercício dos poderes

não há eras de glória quando à volta se espalha morticínio

 

que se cale dos G-7 oito ou vinte a vil cobiça

que se erga em uníssono a voz possante da multidão

contra o sobre mundo altivo que de falinhas mansas nos cativa

espalharam medos drogas pandemias guerras de carniça

usaram povos numa escravatura moderna de afeição

estão a nu o homem livre já sabe o que os motiva

 

é o tempo certo de sacudir de vez do verbo haver

toda a pressão da propaganda que nos aglutina o pensamento

convoco os sábios a unirem os pontos mestres da razão

que o homem desesperado ao encontro da resposta diga não ao ter

convoco as mulheres a assumirem a liderança do momento

não há mais tempo não pode morrer mais gente na ilusão

 

o poeta agita-se na levitação da alma sem parar em seu redor

Haiti Uganda Palestina Brasil Índia África Portugal

e quantos mais paraísos turísticos abissais

em cada país dito civilizado e de primeira instância há um terror

o da insidia perversa que submete a natura ao virtual

já se ouve um clamor são vozes de mulheres são sinais

 

autor: JRG

 

15
Jan10

PENSAR...O PENSAMENTO...MEDITAR...O ÊXTASE...

NEOABJECCIONISMO

 

foto tirada da net

***

 

 

pensar...o pensamento...meditar...o êxtase...

***

são fases do homem sublimado

 

*****

 

pensar não é antever o que fazer no imediato

a cada partícula de segundo agir obcecado

oscilar entre o prazer ou ficar parado em bom recato

viver toda a vida como um boneco animado

 

o pensamento é olhar o corpo através da alma

é ver para dentro de toda a matéria nublada

ultrapassar o vento ir além do cosmos sentir a mão na palma

perscrutar o ser e nele reflectir o movimento vida gorada

 

meditar é sair do corpo e ser na alma serena exaltação

consolidar o pensamento dar ao tempo o tempo de acontecer

é ir além do saber acumulado o não saber e ser meditação

compor o puzzle sem se deixar da acalmia envelhecer

 

o êxtase apanha a alma num absoluto de solidão

fixa os motivos e os porquês da existência

como uma branca no consciente do ser em doce exortação

convoca todos os sentidos a assumirem de si a evidência

 

do acto de pensar chegámos ao humano pensamento

a meditar no tempo aportamos ao profundo êxtase

um homem uma mulher em subtil encantamento

fazem amor no abismo desde o topo até à base

 

agora quem faz que pensa é a máquina

passamos o tempo na espera ansiosa que ela medite

ela que usufrui do pensamento que a iquina

que nos leva pelo mundo em viagens sem limite

 

tudo o resto é sonho ou devaneio da alma acomodada

um arrufo de namoro uma alegria de alma sofrida

uma cobiça a teimosia de viver a vida em si fechada

e ir na onda da mediocridade aguerrida

 

autor: JRG

 

 

 

 

08
Dez09

NEGRITUDE...

NEOABJECCIONISMO

 

 

foto tirada da net

 

 

 

sou preto e brilho na noite escura

trago nos genes origens de humanidade

a cor da pele que amedrontou a alma impura

não é mais que diferença entre noite e claridade

 

na negritude em que me rutilo a suave  frescura

do mar e das estrelas do fogo da tempestade

sou das civilizações o tempo e a alvura

não poluente terror calamidade

 

um rasgo do tempo áureo fecundo

que eclodiu na terra  em era cósmica

antes de mim era no mar o fim do mundo

e todos se entendiam de uma forma harmónica

 

sou preto e fui escravo da pior barbárie forçado

sou finitude que o homem louco descorou

mulher violentada o mito alucinado

raiz e fruto que ninguém amou

 

sou preto negro a negritude

também eu tenho da existência medo

olhos escuros menina juventude

ritmo da vida que me fez o seu segredo 

 

autor: JRG

 

 

05
Dez09

AH!...SE EU FOSSE POETA...

NEOABJECCIONISMO

 

 

foto tirada da net

***

 

 

se eu fosse poeta escreveria

sobre os teus cabelos doirados

odes de infinita alegria

em versos bem lapidados

 

ah se eu tivesse a ousadia

de ser aquele que te encanta

subir ao ponto mais alto da tua rebeldia

aceder à tua alma de pureza tanta

 

diria

 

olhem lá vai veloz quase correndo

as ancas oscilando na passada

os pé saltitam leves sentem gemendo

de encanto quando pisam as pedras da calçada

 

ou

 

és uma mulher formosa esbelta airosa

que seduz a quem te vê o pensamento

não sabem o que vai nela tão viçosa

apenas o que aparenta em andamento

 

pode ser fêmea expedita em pública exposição

um mau carácter oportunista que acalenta

tornar a vida de alguém numa ilusão

ou vitimar quem ambiciona o que aparenta

 

mas não

 

se eu fosse poeta leria

no vento que deixas o perfume

nos teus olhos a alegria

na alma um corpo de virtude

 

autor: JRG

28
Nov09

PAISAGEM DE MULHER

NEOABJECCIONISMO

 

foto tirada da net

*****

 

 

 há uma paisagem de mulher dentro de mim

suspensa e envolvente um mito

dá ânimo à minha vida apagada no jardim

suspira quando a suspiro e fito

 

tem olhos expressivos rutilantes

nos lábios um sorriso permanente

move os pés com a volúpia dos amantes

os seios altivos num apelo urgente

 

no corpo o perfume que na mistura

exalta a nobreza do desejo

na alma o sonho eterno de frescura

que na mulher se torna em doce beijo

 

os cabelos são louros pretos castanhos

que ilustram no rosto o penteado

avivam fogos arrepios quentes estranhos

projectam na alma o corpo desnudado

 

há uma paisagem de mulher dentro e fora

que de forma superior em mim penetra

é uma ternura dúctil que devora

é uma flor do amor que em mim concentra

 

eu vejo na mulher a poesia

que nasce exuberante em cada imagem

de bruços de costas ou de perfil

é ode sublime que expande a alegria

que se alimenta na alma de forma subtil

mulher meu sonho diáfana miragem

 

em cada sete estrofes uma sou eu ao vento

à procura de encontrar na poesia o ser

me perco e acho e volto a perder se tento

entrar na alma enigmática de mulher

 

autor: JRG

21
Nov09

OARISTO!!!...

NEOABJECCIONISMO

 

 

 

 

 

 

tão belos enlevados eram teus seios

que bicho insano corroeu

quando me contaste teus receios

confesso vacilei mas o amor prevaleceu

 

bem sinto a frustração de os não ter

a dor aguda que se instalou sem solução

maior que a sensação de não tirar prazer

é sentir que o corpo se perdeu na ablação

 

não juro nem prometo sinto na alma

ser do teu corpo o mais fiel servidor

como um eunuco que se castra no harém clama

quero ser remédio que cura a tua dor

 

é bonito ouvir de quem se ama tais propósitos

mas sei que a vida que é sendo atraiçoa

uma mulher bonita sedutora atrai casos insólitos

nos desejos íntimos que a libido não perdoa

 

é verdade que o sendo na vida é imutável

mas encaro dentro de mim a revolução

que permita ser um fim a variável

e seja interdito cair em outra sedução

 

o tempo será bom mestre quero acreditar

vamos fazer amor como antigamente

estou curiosa de sentir o que mudou ou vai mudar

em mim em ti em nós na nossa mente

 

beijo-te os pés as pernas o sexo até aos lábios

continuo inebriado dos teus cheiros

não dei por ter saltado o lugar dos frutos sábios

sei que foi um momento absoluto de meus anseios

 

autor: JRG

 

 

 

 

19
Nov09

7 VAGAS E AMANSA O MAR...

NEOABJECCIONISMO

 

foto tirada da net

*****

cinco homens dentro do barco

quatro diabos aos remos

um ao leme é o arrais

o mar encapelado de manso parco

a cada 7 vagas o mar é chão avançaremos

grita o mestre para os demos

 

a Lua num momento sob nuvens oculta

ou a iliteracia de quem o dever erra

por ventura a incerteza do que é dado como certo

uma vaga imensa de súbito se avulta

só o mestre a vê e grita ou berra

rema "caralho" rema tirem-nos deste aperto

 

os homens remam com a força inconsciente

de encontro à poderosa onda tresmalhada

e no embate brutal a proa sobe a pique

há um que arrancado ao banco o remo perde  e sente

o barco rasga a onda que ruge e se desfaz apavorada

e faz-se ao mar que acalma da ânsia a psique

 

autor: JRG

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores

Em destaque no SAPO Blogs
pub