Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

25
Abr13

DI-TA-DU-RA

NEOABJECCIONISMO

**
DI-TA-DU-RA
**

uma ditadura
é o quê?
obscurantismo violência
é uma cercadura
sem como nem porquê
de livre arbítrio em evidência
*
um ditador
é o quê?
um corpo sem alma volante
desprovido de amor
que usa palavras que não lê
sobranceiro à ideia pedante
*
a democracia 
é o quê?
a representativa é um embuste
dispendiosa vazia
tem da liberdade uma ideia cliché
e funciona por ajuste
*
um democrata
é o quê?
representa a oligarquia
que come com talher de prata
pode até ser no limite um Pinochet
feito de pura magia
*
a vida Universal
é o quê?
uma manifestação de amor
partilha solidária
direitos e deveres sem falsa mercê
respeito por tudo em seu redor
*
a democracia pura
o que é?
se for o dever de todos participarem
na construção da vida com ternura
se for cada cidadão bater o pé
quando  a sua dignidade ultrajarem
*
a democracia pura
só pode ser
a organização da vida com valores
feita por todos à altura
da dimensão do homem e conhecer
o limite dos horrores
*
um político
o que é?
um manipulador de sentimentos
um criminoso atípico
que onera por demência o pobre Zé
e lhe atribui fins obsoletos
*
um matriarcado
o que é?
um sistema como outro filosófico
por via uterina ligado
que não trata pessoas a pontapé
não é grotesco nem anedótico
*
as pessoas gente
o que são?
são uma parte do Universo vivo
que organizada vive contente
sem cobiça prepotente ou tentação
de tornar o outro cativo
*
o dia 25 de Abril 
o que é?
uma data efémera oca de valores
festejada no redil
com palavras rendilhadas no sopé
da nova ditadura dos horrores

jrg
24
Mar13

APRENDIZ DE VIVER!

NEOABJECCIONISMO
foto MManuela Dias
um momento de leitura no lançamento do livro
A MENSAGEM, Podemos Mudar o Mundo, em co-autoria
com a poetisa Zélia Chamusca...
*

APRENDIZ DE VIVER

*

«««//»»»

*

nada me dá mais gozo de viver

que o começar a coisa nova

a ser do aprender a vida inteira

correr a onda da ideia a crescer

sentir que algo me sorri e me aprova

quando a esperança ganha a dianteira

 

aprendiz de viver

sou do povo do meio

penso na vida a acontecer 

sem da morte ter receio

 

as palavras são comuns à espécie humana

um sorriso é conversa Universal

a mímica das mãos do corpo dos olhares

são marcas indeléveis até em mente insana

que sulcam sentimentos da memória original

onde o homem se procura além dos mares

 

nem sou vagabundo

nem excêntrico

nem de sábio sou profundo

dá-me gozo ser autêntico

 

ser aprendiz convicto na humanidade

de não saber quando ocorre a mudança

nem porque gravita o planeta atracado à luz solar

ser aprendiz de menor ou de maior idade

entender de todo o outro a tempestade e a bonança

eis o homem que sou a madrugar

 

não sou nem mestre

nem nada que de perto se veja

mal apreendo que me entre

tantas vezes a parte de mim que me sobeja

 

fui à guerra aprendiz de ser soldado

numa bomba que explodiu

vi a fragilidade humana ante a morte

não matei nem fui matado

mas ganhei esta visão dum povo a quem se mentiu

tão longe à procura do seu norte

 

com medo de ser e me achar

descobridor do segredo

que me nos pôs neste lugar

masturbante masturbado tão cedo

  

dei por mim a ser da mulher o mais amante

pouco me importa que seja vento

tufão furacão tornado tempestade tropical

porquê colar a tragédia ao semblante

à alma feminina tão amena se tida em seu contento

Cátia Irene Katrina não é justo é imoral

 

o bastante e irresoluto

para não deixar morrer

o absurdo o absoluto

que me absorve sem eu saber

 

quanto de tudo o que vivi é incerteza

ainda é porque todo o passado se renova

os mesmos conceitos que me te nos projectam

na amplitude do sonho a leveza

com que sobrevoo a experiência posta à prova

e redundam em verdades que me rejeitam

 

ser ainda pensante

tanto de outros que sou

na procura de mim maré vazante

entre sol e lua quem me achou

 

e agora humanos inteligentes à deriva?

depois da droga da abastança sem medida

conquistadores sem terra ou gente conquistada

regredimos no tempo para acerto da passiva

a dar lugar aos emergentes nova esperança deprimida

que o tempo é de voltar à memória estagnada

 

partir de toda a memória

genuínos na onda altiva

a soletrar a nossa história

envolta na maré viva

 

autor: jrg

17
Mar13

ESCRAVIDÃO AO DINHEIRO !

NEOABJECCIONISMO


foto pública tirada da net
*
ESCRAVIDÃO AO DINHEIRO
**
Olhem para aquele banqueiro
vagabundo sem pátria
que na vil sordidez se aguenta
cativo esbanja dinheiro
vendido à ganância que diária
suga o sangue pardacenta
*
olhem para aquele ser político
ciência da mistificação
não manda mais que acredita
no poder do vício etílico
que o dinheiro inebria a razão
escravo que escraviza a dita
*
olhem para aquele usurário
ganancioso de lucro
vegetal sem vida aferrolhado
da vida tão perdulário
que soma à cobiça o sepulcro
onde guarda o bem roubado
*
olhem para aquele comentador
tem o dom da oratória
com o qual a razão tenta iludir
rendido a dinheiro sem cor
vende a alma por uma história
dum pais preste a ruir
*
olhem para aquele empreendedor
ávido por ser o primeiro
a escravizar o homem ao produto
não faz nada por amor
vende sonhos que cativa por dinheiro
seu único salvo-conduto
*
olhem bem para aquele militar
garboso no seu uniforme
garante das leis da constituição
escravizado para lutar
defendendo quem lhe paga o pré em nome
duma ideia vaga de nação
*
olhem bem a massa dos indignados
cães raivosos na disputa do osso
distraídos lançam culpas aos do lado
desunidos para melhor roubados
da falsa liberdade que lhes cava o fosso
e os atira ao norte já confiscado
*
olhem para aquelas crianças sorrindo
de África Ásia ou Oceânia
das Américas mas também do Europeu
não querem dinheiro nem pão desavindo
um pouco de paz e de poesia
desfrutar da vida que alguém lhes deu
*
olhem p'ra aquela bela mulher
concebeu gerou criou
carinhosa a humana criatura
não quer dinheiro quer ser
do amor alguém que alcançou
viver a vida em ternura
*
olhem bem para quê tanta riqueza
há quem morra de fome
há quem morra a rebentar de fartura
há mais lobos no homem que na natureza
por uma única vez escrevam o nome
de quem vos ama e de quem vos tortura
***
autor: joão raimundo gonçalves (jrg)
10
Mar13

ESCREVO PARA TI MULHER !

NEOABJECCIONISMO
foto pública tirada da net
*
ESCREVO PARA TI MULHER
**
escrevo para ti mulher
amiga companheira
porque te sinto humanidade
despojada da dimensão do ser
se a tua condição é a primeira
que dá força à liberdade
*
não há dias suficientes
neste ou noutro calendário
para contar a vergonha
dos homens vis e incipientes
que te levam ao calvário
manchando-te com a sua peçonha
*
escrevo para ti mulher
mãe de toda a humana criatura
relegada sem préstimo
sendo a tua alma o conhecer
da vida bela tanto pura
meu poema de odisseia canto enésimo
*
depois da vil tragédia
que foi apagar da história teu saber
nenhum homem tem nada para te dar
és tu quem faz agora a média
entre a glória de amar e o tempo de sofrer
é tempo de para ti cantar
*
escrevo para ti mulher
porque sou teu filho irmão amante
laço de amizade ardente
amigo não se é de um qualquer
nada é mais importante
que sentir na alma o que o outro sente
*
o tempo agora é de combate
não vale a pena chorar a memória aviltada
porque só há uma forma de vencer
é condenando os carniceiros para abate
é organizar da vida a alvorada
dignificando a velha fórmula de viver
*
escrevo para ti mulher
minha esperança de humanismo novo
encantado dos teus passos arrojados
perdoa se represento quem tão mal te quer
há mais mundo e mais povo
para além das bestas de humanos cadastrados
autor: jrg
05
Mar13

VIVA A MULHER PORTUGUESA !

NEOABJECCIONISMO
VIVA A MULHER PORTUGUESA!
**

viva a Maria da Fonte
com seus olhos cintilantes
a alma de fora a arfar
arrasta a multidão a monte
para varrer os tratantes
que ao povo querem matar
*

viva Deu-La-Deu Martins
com sua sabedoria
cercado o povo e já faminto
atirou pão aos mastins
vencendo tão feroz a tirania
que nos apertava o cinto
*

viva a Brites de Almeida
padeira em Aljubarrota
não se rendia o tirano
foi à toca matou sete dessa feita
tendo evitado a derrota
mais parecendo um ser insano
*

Viva a Florbela Espanca
com seu amor infinito
afrontou o másculo conceito
que uma mulher não se espanta
se o pensamento vence o mito
e faz dela o ser perfeito

*

viva Catarina Eufémia
sem medo da força bruta
manchou de sangue a campina
com coragem foi-se à tirania
mais vale uma morte abrupta
que ser por vâ feminina
*

viva a Luisa Trindade
frente ao batalhão do poder
sem medo a pedir pão
nem trabalho nem liberdade
só palavras de roer
exigindo dos traidores a rendição
*

viva Ana Maria Pinto

em toda a parte e frente ao parlamento
a voz que acorda o povo
onde houver uma mulher o que eu sinto
é um país a renascer no pensamento
na hora de acender o fogo
*

viva a mulher Portuguesa
porque é dela o movimento
que traz a revolução
na força da sua grandeza
produz novo o pensamento
com seus filhos pela mão

autor: jrg
10
Fev13

A REVOLUÇÃO DA IDEIA...

NEOABJECCIONISMO

**
A REVOLUÇÃO DA IDEIA...
***
a ideia
desce vertiginosamente
das alturas
onde a tinham em clausura
os artificies
da grande mentira do século
e fez-se luz
**
a ideia
definiu as forças em presença
dum lado
os poderes do crime financeiro
oratória armas ouro
e meios de transmissão d'elite
arreganha dentes
**
a ideia
contrapõe a ode com alegria
a expansão do amor
a inversão da podre hegemonia
pela força feminina
assente na visão Matriarcal da vida
reforçando a esperança
**
a ideia
exalta a consciência da mulher
a não confiar
seus filhos seus sonhos e a memória
ao poder da tirania
porque o tempo é de mudança
para a vida
**
a ideia
fomenta a partilha d'emoções
afronta o medo
convida a resistir à ilusão
da perda do salário
por ter parado o país desconjuntado
e não pensar
**
a ideia
pensa que a perda ocorre em dobro
no vício do jogo
que o tirano baralha a seu favor
sem limites
porque é criminosa a sua índole
não dá mais ir a jogo
**
a ideia
clama evolução de pensamento
se não faz sentido
dar passos infrutíferos em volta
por um pouco de nada
mudemos a direcção fantasmagórica
de sinal tirânico
**
a ideia 
manda parar a actividade humana
sem pedras da calçada
nem archotes para destruir vingando
os crimes do poder
antes o silêncio dos corpos ou o batucar
de tachos e panelas
**
a ideia
proclama a alma genuína inteira
das mulheres de bem
dos homens sensatos a condenarem o crime
perpetrado por mentes criminosas
dissolvendo na rua o sistema corrupto
e mudarem a vida
**
a ideia
exige a saída da palavra armada
delineada a estratégia
evitando as armadilhas venenosas
fechadas as saídas
as palavras calam o vómito arrogante
e inversam o poema
**
a ideia
sai à rua disposta a combater
a déspota governação
emitido o mandato popular de captura
dá ordem de prisão
e leva a julgamento os criminosos
fim de citação


jrg
25
Nov12

PAZ OU IMPLOSÃO HUMANITÁRIA ???

NEOABJECCIONISMO


**
PAZ OU IMPLOSÃO HUMANITÁRIA ???
***
que paz quereis
que paz é esta que atormenta
que paz fazemos
que paz é esta que me vos nos mata
que paz erguemos
que paz é esta que nos guerreia
que paz vivemos
que paz é esta cheia de medos
que paz companheiras
que paz é esta carente de amor
*
a paz que eu quero
é a da alegria
dos vales férteis de ecos vadios
a paz que eu quero
é a do amor
da justiça e dos valores humanos
a paz que eu quero
é a do humanismo
sem inveja sem luxúria sem cobiça
a paz que eu quero
*
que paz me trazeis
se não me dais senão desassossego
e medo de me perder
que paz cheia de terrores me ofereceis
se já não chega o pão
e o salário mingua a cada saque
que paz me paga
a insolvência de não ter com que pagar
à mercê do garrote
que paz senão a que sobrevêm à morte
*
a paz que eu quero
é a de trabalhar e receber a paga
o justo e meu salário
a paz que eu quero
é a da não violência
recuso a paz insólita do cemitério
a paz que eu quero
é a de viver em paz com a natureza
e respeitar os bichos
a paz que eu realmente quero
*
que paz é esta senhoril
que paz alevantais com a força bruta
que paz no roubo das pensões
que paz sobre os velhotes a tropeções
que paz é esta de  funil
que paz nos rouba água e alimento
que paz nos programais
que paz de desamor ódio e desemprego
que paz é esta vingadora
que paz nos divide e farta a mesa da ganância
*
olho duas mulheres pela paz
escrevem no chão com círios a palavra União
face a face com o parlamento
de onde parte a ordem para toda a violência
faz frio sentadas na laje da desdita
devem pensar que são crianças a brincar
os cidadãos que passam
sem se darem conta da tragédia que é viver
acorrentado ao livre arbítrio
no dia seguinte a chuva invade a paz sem solução
*
porque era mentira
*
não havia guerra nem povo revoltado
mas elas não sabiam
acreditavam ser porta voz da alma ou a bandeira
dos que tinha fome de justiça
mas elas não sabiam
acreditavam ser capazes de vencer
a inércia dum povo dividido
mas elas não sabiam
acreditavam na sublimação da arte em movimento
a unir um povo acéfalo
*
porque era mentira
*
que houvesse fome mais do que já havia
que o desemprego fosse flagelo
que houvesse tristeza nas mesas da alegria
que a alma deixasse o corpo ao abandono
que a economia rastejasse
que os mais ricos repartissem entre si a mais valia
que a revolução está em marcha
que havia corrupção fugas ao fisco e à balança
que se morria nas ruas
que havia em paralelo outra economia
*
duas mulheres enfrentam os carrascos
fica a pergunta
*
que é do povo pequeno
que é do povo do meio e do intermédio
que é da sabedoria e do alento
que é dos jovens sem futuro mandados emigrar
que é das mães em desespero
que é das mulheres que a longa história violentou
que é da fraternidade 
que é da alma solidária que resiste
que é da vergonha idólatra
que nos deixa em casa enquanto a paz insiste
autor: jrg
22
Out12

PROFECIAS !...

NEOABJECCIONISMO
imagem pública tirada da net
*
PROFECIAS
**
a estrela sol
a lua
a terra
as ninfas musas tágides
a natureza
a quietude mulher
a firmeza
*
navegar pela memória
bem adentro
no interior da alma
a esbarrar
no sem sentido que é
a vida assim
imersa em violência
*
o iluminismo
a despertar a consciência
o homem ínfimo
a infinitude de ser mulher
o pesadelo
a ganância efémera cobiça
o sonho de viver
*
de repente sob a luz do caos
quando já tudo ruía
a esperança d'alma a emergir
eis que um clarão
dissipa o mistério a sonolência
de onde brota
a ideia nova a nítida visão
*
a pureza da água
a lucidez
a acordar a alegria
a brisa mansa
a ardência da agonia
a aterragem
a irreverente rebeldia
*
emerge uma livre-pensadora
e outra já esquecida
e tantas mais que o homem silenciara
ao som diáfano
de intrépida e vibrante sinfonia
limpam de putrefactas
as ideias onde o homem as prendia
*
caem castelos da arrogância
dissolvem medos
arrasam ódios preconceitos
e sistemas viciados
instituem a ordem do amor
a partilha da fome
não há mais direito a sossegar
autor: jrg
10
Out12

PROCLAMAÇÃO PELO RESGATE DA ALMA PORTUGUESA!!!

NEOABJECCIONISMO
***
imagem pública tirada da net
*
PROCLAMAÇÃO
PELO RESGATE DA ALMA PORTUGUESA!!!
:::=:::

Considerando que este governo que hoje se governa em Portugal, penhorou a alma do povo Português...
Considerando que o mesmo governo, tem uma ânsia voraz de saquear os rendimentos do trabalho a todo o custo...
Considerando que o país, Portugal, se encontra mergulhado num marasmo, pela inércia e pela indignação geral, face ao desemprego, à falência de empresas e projectos, à perda da esperança...
Considerando que este governo não tem ideias nem competência nem valências, nem sensibilidade humana...
Considerando que este governo atira o país e o povo para o abismo...
Proclamamos:
- A demissão imediata deste governo e apuramento dos eventuais crimes de ilícitos contra o povo, desde logo a forma como se ressarciram ao privarem-se dos lautos vencimentos que usufruíam na área privada...
- A devolução imediata dos salários, chamados subsídios, a todos os trabalhadores e reformados vitimas deste saque hediondo...em dinheiro vivo ou sob a forma de certificados de dívida pública ao mesmo juro que se paga aos credores...
- A renegociação da chamada dívida pública de Portugal, com auditoria independente e popular, para apuramento da sua real dimensão e justeza, do ponto de vista das relações humanas e o seu ajustamento à realidade de hoje, com pagamento diluído por vários anos, de acordo com a nossa sustentabilidade...
- A declaração de neutralidade do estado Português...
- A análise às condições de permanência na zona euro e a eventual saída se se verificar que o país não suporta estas condições extremas de aderência...
- A denúncia imediata de todos os contratos com as PPP, sem qualquer indemnização por parte do estado...
- A cessação das chamadas rendas energéticas, e outras subvenções de carácter obscuro a fundações, clubes ou associações desportivas e ou de utilidade pública...abolição dos institutos públicos que não tenham reconhecida importância para o funcionamento da coisa pública...
- A suspensão das privatizações já agendadas...
- A criação dum imposto sobre as grandes fortunas, juros de capitais, mais valias bolsistas e outras, bem como sobre o património de luxo, móvel e imóvel...
- O estabelecimento, nas actuais condições, dum salário mínimo Nacional, no valor de E 800 (euros) e dum salário máximo de E 8.000 (euros) , sem quaisquer outras com participações, para toda a administração pública e empresas públicas ou privadas...
- A exortação aos empresários para que abracem a causa do desenvolvimento da comunidade Portuguesa, estimulando e apoiando os altos índices de criatividade, dos trabalhadores Portugueses-..
- A exortação aos trabalhadores para que se lancem com a alma resgatada, unidos pelos mesmo ideal de vida e valores humanos, para, com a pujança, a arte e a sabedoria dos seus conhecimentos e vontade, impedirem o ultraje de sermos absorvidos como parte da massa falida do estado e da Nação...
- A denúncia de todos os actos ou indícios de corrupção ou favorecimento pessoal ou de grupo, por parte de quem dele tenha conhecimento, seja por ver, por ouvir, ou sentir que a coisa pública está a ser vilipendiada, desviada dos seus objectivos humanitários, ou roubada em proveito pessoal ou de grupos de interesses...
- A redução da frota de viaturas ao serviço de agentes do estado e autarquias a um mínimo essencial ao funcionamento racionalizado dos actos de administração e representação...
- A redução a zero, das habitações de luxo para instalação de serviços e ou personalidades, tipo o Palácio de Belém ou o Campus da Justiça...
- O fim das subvenções a partidos políticos...
- O aproveitamento de professores e outros agentes de educação para uma campanha geral de instrução à população de Portugal,  nas áreas da língua, da matemática, da história e da educação cívica, sem o que o povo permanecerá fragilizado perante a demagogia dos oradores bem falantes e sem escrúpulos de cidadania...
- O fortalecimento do apoio aos actos culturais que divulguem, dimensionem, e consubstanciem a alma Portuguesa...
- O trabalho da terra deve ser intensificado contra todas as barreiras que nos foram sendo impostas...hortícolas, pomares, flores, culturas de sequeiro ou de regadio, rasguemos a terra com as enxadas se não houver máquinas, rasguemos a terra com as mãos se não houver enxadas...desenvolver a pecuária e as actividades leiteiras... e todas as actividades de conservação de alimentos...
- O trabalho do mar onde houver pesqueiros, a intensificação da aquacultura e das actividades derivadas da pesca, a congelação, a secagem  e a conserveira...
- A reorganização da justiça, de modo a que todos sejam tratados por igual, de facto,procedendo às alterações julgadas necessárias que hoje dificultam a sua aplicação com celeridade e justeza...
- Um perdão generalizado de dívidas que recaem sobre as pessoas, vitimas da usura e da propaganda que as levou a exacerbarem o consumo, fim das penhoras sobre salários e ou casas de habitação, para todos os cidadãos com salários ou pensões abaixo dos E 2.000 (euros) ou desempregados...
- A reorganização das forças policiais numa só entidade...
- A reorganização das forças armadas... a sua redução até limites sustentáveis e de modo a contribuírem para a formação defensiva de toda a população a partir dos 18 anos, em acções pontuais e centralizadas numa perspectiva de defesa da alma e da terra Portuguesa...
- A descriminalização de todo o tipo de drogas hoje consideradas ilícitas e a sua venda livre nas farmácias, acompanhada de uma pedagogia de alerta,desde a escola, para os efeitos e perigos de insanidade que tal uso pode provocar aos consumidores, como sendo a única forma de acabar com o tráfico e a coacção sobre a personalidade das nossa crianças puberes...
- O fim de toda a actividade económica paralela...
- O respeito integral pelo meio ambiente, pela fauna que mantém o equilíbrio na natureza e pela própria natureza como sendo parte indissociável da felicidade humana...
- A institucionalização do amor...o aprofundamento da visão feminina da vida...a instauração duma democracia participativa...
***
Antes pastores da Lusitânia que vítimas da Tirania...podem levar-nos o ouro, a luxúria e a soberba, mas a Terra, o Mar e a Alma são nossos...A Alma, sim! Vamos Resgatá-la...por um Novo Humanismo!!!

autor: jrg

08
Out12

LUÍSA TRINDADE - MULHER - CORAGEM

NEOABJECCIONISMO

LUÍSA TRINDADE - MULHER - CORAGEM


imagem pública tirada da net
**
LUÍSA TRINDADE
MULHER CORAGEM
***
ainda discursava 
o presidente
quando uma mulher
"Maria da Fonte"
ou Luísa Trindade de seu nome
de punho erguido à frente
gritava o desespero 
do seu viver sem pão 
nem liberdade
e ali tanta fartura 
em tão pouca gente
*

imagem pública tirada da net
*
vieram os gorilas
paus mandados
que a tentaram agarrar
usando força bruta 
contra a razão
em defesa das feras amedrontadas
sem medo 
Luísa a gritar
com a alma livre 
e  fogo no coração
foi a voz coragem dos indignados
*
imagem pública tirada da net
*
vimos o medo
a consternação idiota
do lado de lá
onde o poder se acoita
uma só mulher
quanto poder à solta
mãe MÁTRIA
chamem-lhe então louca
acabou a cerimónia
agora é a valer não se amedrontem
numa mulher não se toca

autor: jrg

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores