Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

25
Mai12

ANDEI À GANDAIA

NEOABJECCIONISMO

imagem pública tirada da net
*
ANDEI À GANDAIA
*
fui à beira do povo
a ver se inda havia gente
tal o silêncio sentido
não vi nada mais de novo
mutismo arrepiante
doutro tempo já vivido
*
fui à beira da vida
gota d'água da nascente
a ver o q'ela escondia
não vi mais que desvalida
a ideia fútil incipiente
gritada de forma erradia
*
fui à beira da morte
envolta na bruma nascente
onde o medo se encolhia
a ver se via a estrela mais a norte
não vi esperança latente
só sofisma e altiva cobardia
*
fui à beira do rio
corrente que engrossa o mar
ouvi gritos e recados
marasmo de povo sem brio
a ver a vida quebrar
não vi fumos branqueados
*
fui à beira da IDEIA
a ver que mudanças havia
filósofos pensadores
tudo envolto em densa teia
histórias de fantasia
não vi mais que impostores
*
fui à beira da Mulher
dos homens e das Crianças
a ver se via a coragem
de tudo o que ouvi mais dizer
foram risos e esperanças
de meninos e meninas sem roupagem
*
parei à beira do tempo
a ver o que o tempo então fazia
estava tudo em turbilhão
nem água nem fogo nem vento
nem a terra se mexia
cada qual metido em seu caixão
*
solto um grito espavorido
por entre as nuvens de pássaros
toda a orbe estremeceu
achei o segredo à tanto escondido
onde antes soavam disparos
uma voz anunciava que a IDEIA não morreu
*
levantam dos corpos as almas
correm crianças de IDEIA à cintura
rasgam as páginas do sistema
reencontram a mãe batem as palmas
lavra o fogo a terra apura
ruge o vento o mar afoga o estratagema
*
rufam frenéticos tambores
irrompem tubas violinos e trompetes
rodas vivas melodias e cantares
celebram o fim de todos os horrores
fogem tresloucados os ferretes
mas o mundo mudou respiremos novos ares
autor: jrg

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores