Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

NEOABJECCIONISMO

O abjeccionismo baseia-se na resposta de cada um à pergunta: QUE PODE FAZER UM HOMEM DESESPERADO QUANDO O AR É UM VÓMITO E NÓS SERES ABJECTOS?- Pedro Oom .-As palavras são meras formalidades... O NEOABJECCIONISMO, n

18
Set11

C O B A I A S !...

NEOABJECCIONISMO
C O B A I A S !...

ESTE GOVERNO que hoje governa Portugal, pára...mas não anda...escuta...mas não ouve...olha...mas não vê...

USA A ESTRATÉGIA de amealhar em seu proveito, indiferente e insensível, à flacidez do tecido humano que procurava emergir da ancestral pobreza em que sucessivamente o têm mergulhado...para se precaver dos colossais desvios que sabe serem inevitáveis...porque a máquina do estado é complexa...os interesses de grupo e particulares se revestem duma carapaça quase inviolável...a corrupção é endémica...pandémica...e espalha-se como grãos de areia tocados da mais leve brisa

USA A TÁCTICA do cientista alucinado, eles são todos sábios...cientistas...manipulando as cobaias com propósitos,tantas vezes obscuros...manipulam as palavras com "o que eu disse...queria dizer...não é o que "abusivamente" é interpretado...o que nós dissemos é que ia haver uma mudança...de estilo..."

COMO COBAIAS, nós, os que não podemos decidir levianamente sobre a forma como queremos morrer, assistimos à nossa própria experimentação dos limites...de até quando e quanto mais, as medidas de contenção e austeridade, nos permitem respirar nesta atmosfera viciada em que nos enjaulam...

TECE A TEIA em que nos pretende envolver, usando a demagógica aferição do atestado de pobreza...quando muitos milhares de nós não sabem ler, já não ouvem...por cansaço...nem vêm..por cisma...envelhecidos, mal andam e ninguém mostra querer saber... sitiados, é o que estamos muitos de nós, vagabundos do tempo, humilhados ante o despotismo que nos fere de indignação, com este modelo de governo...

AS TAXAS de comparticipação do estado sobre os medicamentos, estão em revolução contínua e dinâmica, dizia há dias o director do INFARMED, como se fora a coisa mais natural do mundo...é uma revolução "dinâmica", logo, forçosamente célere, imprevisível e que nos apanha ao voltar da esquina, de surpresa, pela calada do sistema informático...

UM EXEMPLO REVOLTANTE: no dia 15/09/2011, fui aviar uma receita de 2 embalagens de losartam 100+12,5, genérico, do laboratório Alter.., para uma mulher de 67 anos, com o rendimento/pensão de 246 euros mês...no governo anterior era grátis...agora custou-lhe 2,84 euros...mas a farmácia só tinha uma embalagem disponível...voltei no dia 16, dia seguinte, para levantar a outra caixa...nesse espaço de 24
horas tudo se tinha alterado...a dinâmica autista penetrou no sistema e o mesmo medicamento, a mesma receita, a mesma pessoa de 246 euros de reforma, teve de pagar 7,05 euros...em 24 horas ...!!!???!!!

A FOME, o medo, a indignação, a idade, provocam alterações no sistema nervoso do indivíduo...eles, governo e lobbies que o suportam, sabem a monstruosidade do que estão a fazer...como em outras situações na memória do tempo, há um silêncio estranho, uma paz de cemitério..mas já se ouve o cão a uivar...o gato assanha-se de olhos atentos e ouvidos à escuta...as galinhas inquietam-se na capoeira...o sistema cheira a
bosta putrefacta..."já se ouvem os rumores..." "já se ouvem os tambores.. " "já se ouvem os rumores..."

autor: jrg

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores