4 comentários:
De sunshine a 6 de Maio de 2008 às 16:10
Ao ler-te relembro um livro que li na minha adolescência, ou antes um caderno - cadernos de livre expressão, porventura conheces? É incrivel como existem frases que mo recordam. Não me recordo dos seus autores. Conheces?
De NEOABJECCIONISMO a 7 de Maio de 2008 às 10:02
Sunshine.
O lado positivo do teu comentário,sem querer minimizar o restante, o que ressalta e que nos propomos fixar como excelente, é o facto de te teres lembrado da adolescência.
Não conheço a obra e já andei em pesquisa e deixei perguntas a ver se tenho respostas.
Como sabes, e tu sabes, a nossa originalidade de expressão, resulta da transformação que conseguimos de inúmeros conceitos lidos e apreendidos, e da menor ou maior capacidade de os colocarmos como uma outra evidência.
Temos tudo gravado no ADN universal e penso que, com mais algum esforço, um dia vamos lembar-nos de como tudo terá começado. Se deus, se o diabo, macacos, ou a grande explosão cósmica.
Um beijo
De sunshine a 7 de Maio de 2008 às 11:39
Irei buscar esse caderno e direi quem são os seus autores.É extremamente antigo, mas eu gostava de alguns textos, transcrevi outros.
De NEOABJECCIONISMO a 7 de Maio de 2008 às 12:52
Sunshine.
Temos trabalho de casa!...
Fico na espectativa que o encontres.

Comentar post