Segunda-feira, 30 de Abril de 2012
QUANTO DE NÓS AINDA RESISTE !...





 imagem Lenita Nabais

**

QUANTO DE NÓS AINDA RESISTE

***

quanto sol

ainda havia para em nós arder

quanta bruma

a sombrear a rota até vencer

quanto amor

havia que amar antes de morrer

e eu à tua espera

*

quanta lua

enche a vaza em marés vivas

quantos ventos

trazem mudanças invasivas

quantos mares

sereias iludidas neles cativas

e tu tardas a chegar

*

quanta chuva

húmida e fria no meu corpo encharcado

quanta fartura

num beijo ou num abraço entrelaçado

quanta alegria

ao sentir o pulsar da alma esperançado

e ao longe ainda a neblina

*

quanta terra

onde semeio palavras paladinas

quanta abundância

de searas formosas tão femininas

quanto de tempo

os teus lábios rumorejam em surdina

e o silêncio lúgubre que perdura

*

quanta esperança

no reboliço das emoções em liberdade

quanta magia

no teu olhar de menina a humanidade

quanto de beleza

traz o humanismo novo à claridade

e eu em ti acontecendo

**

autor:jrg
sinto-me: esperança
música: SEGREIS de Lisboa
publicado por NEOABJECCIONISMO às 01:24
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 29 de Abril de 2012
H Á PESSOAS !,,,














imagem de amiga


já não sei quem


***


Á  PESSOAS!...


há pessoas que ainda sonham

mas não têm atitudes

há pessoas que são capazes

mas não têm sonhos

há pessoas que entendem

mas são egoístas

há pessoas egocêntricas

que se abominam

há pessoas sem limite d'ambição

que destroem vidas coisas

há pessoas insensíveis de amor

que se pensam imortais

há pessoas tão gananciosas

que omitem o ser

há pessoas atrás da violência

que encobrem o medo

há pessoas tão de tanto arrogantes

com défices de coragem

há pessoas aterradas de medo

que não soltam a força

há pessoas mesquinhas de ganhar

que não aceitam perder

há pessoas invejosas agoirentas

que não sabem sorrir

há pessoas viciadas viciantes

que recusam parar

há pessoas autodestrutivos

que vivem angustiadas

há pessoas astutas ardilosas

que tecem armadilhas

e há pessoas boas tão simplesmente valorosas

tanto que as não deixam sonhar

*

autor: jrg
sinto-me: no meio da multidão
música: Sagração da Primavera...
publicado por NEOABJECCIONISMO às 00:15
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 25 de Abril de 2012
A POESIA...O POETA e A PAZ DAS PALAVRAS EM GUERRA !!!

***

por onde andam os poetas

com a revolução na rua

as pombas batem asas inquietas

doce maré tocada a lua

*

por onde andam os valores

tantos são os sinais

já se ouvem rufar os tambores

pipilam andorinhas nos beirais

*

sobe a indignação na adrenalina

engrossa o mar de pessoas

trazem cartazes vestem de musselina

cantam poemas urram como leoas

*

por onde andam os poucos

que venderam às gentes tanta esperança

de tal sorte que os puseram loucos

maníaco-depressivos no prato errado da balança

*

por onde andam os poetas

com seus poemas versos e redondilhas

senhores da guerra de palavras violetas

que os traidores já montam as armadilhas

*

voam alto as pombas brancas

o fogo avança à distancia

abram as portas retirem as trancas

que já lá vem a militância

*

por onde andam os poetas não os vejo

já a tinta secou nos tinteiros

rolam palavras de vitória em cada beijo

das pessoas que ousaram ser primeiros

*

autor: jrg

sinto-me: esperança
música: Zeca Afonso
publicado por NEOABJECCIONISMO às 00:21
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 22 de Abril de 2012
REVOLUÇÃO CÓSMICA !...

REVOLUÇÃO CÓSMICA
***
sou mulher!!!
ah ah ah ah ah ah ah ah
sou mulher!!!
cuidem-se os agiotas e outros trafulhas
os políticos e maridos valentões
armados até aos dentes contra cidadãos
mulheres velhos e crianças
sou livre das amarras da história
sarei feridas humilhações
cansei do riso à socapa por me entenderem mais fraca
*
e agora???
*
sou simplesmente mulher
ou fêmea
adúltera bígama polígama lésbica
mas pura
serei o que eu quiser
o instinto de mãe e do prazer
sem luxúria nem lascívia
porque não tenho medo e reúno a coragem do mundo
erguerei bem alto
a bandeira flamejante do ser
*
acabou-se!!!
*
não há mais trocos nem prostitutas
nem favores
nem violência de estirpe duvidosa
nem a condescendênciazinha das quotas
nem da paridade dos sexos
nem os lugares de estimação por troca de silêncios
nem modas astutas
nem corrupções sensuais
nem trabalhos duplamente esforçados
nem cama mesa e roupa lavada
*
basta!!!
*
ouviram bem?
*
BASTA!!!
*
sou a fonte de onde brota a criação
sou a direcção dos ventos
sou o mar salgado a mina de água doce
sou o fogo que espalha fertilidade
sou a terra em movimento nos círculos etéreos da eternidade
sou a força de todo o pensamento
sou a mãe que pariu em dor suprema toda a gente
sou dócil de amor a quem me ama
sou o cheiro e o sabor que há na natureza
sou um animal no reino da animália
*
olhos nos olhos!!!
*
declaro iniciada a revolução
sobre as mentalidades desumanas mesquinhas
sobre as leis absurdas que escravizam
sobre a organização monoparental das sociedades
sobre todas as lideranças
sobre o medo e a violência dos poderes
sobre a manipulação dos gestos e das palavras
vamos a votos nas ruas
se o estado faliu está em bancarrota 
a nação é nossa vamos a ela
autor: jrg
(pária...apátrida...cidadão da MÁTRIA em construção...)
sinto-me: esperança
música: As Sete Mulheres do Minho...Zeca Afonso
publicado por NEOABJECCIONISMO às 18:43
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
DEUSA DO MAR ....!





foto pública tirada da net



***

DEUSA DO MAR V....!

I

aceito o desafio

que minha amiga propôs

ao espelho a alma por um fio

até agir como os robôs

e sentir deslizar o sangue como um rio

*

II

olho a minha mão

tantas vezes dada solidária

o cabelo negro o bater do coração

acuso-me de ser apartidária

insuficiente do poder que alegra a multidão

*

III

já não estou em mim

do lado de fora a preferida dos machões

apenas vejo o fluxo dum jardim

onde me procuro a rasgo de emoções

raiva desassossego amor por fim

*

IV

ambas as mãos sobre espelho

sinto a coragem sobretudo a alma da coragem

aperto os dentes firme no orgulho

a inundar-me do meu sabor selvagem

a que não dobra o joelho

*

V

apetece-me chorar

porque me vejo na emoção do desalento

como onda atirada pelo mar

sou eu assim mesma toda pensamento

num mundo absurdo a entrar

*

VI

de súbito solto a gargalhada

procuro no outro lado do espelho a garra

esgadanho a esfinge moldada

quero afastar esta grilheta que me amarra

o riso como louca desvairada

*

VII

acalmo de mim enternecida

toco com os dedos ao de leve o meu sorriso

sou carente sinto-o mas renascida

afinal sou mulher e deusa se for preciso

amo a natureza e amo a vida

*

VIII

mimo-me faço-me caretas

toco o meu rosto de súbita efusiva alegria

toco nariz com nariz as silhuetas

de mim repentinas numa pausa ou a fantasia

de me pintar a cores sangrentas

*

IX

faço as pazes comigo

tão mais leve reposta que foi a confiança

olhos nos olhos posso contar contigo

dizes e queres abraçar o lado de lá a criança

espelho do teu ser em ti abrigo

*

X

os meus lábios quero beijar

saber-me a mim mulher tão infinita

dentro do tempo pura a desejar

que uma era nova seja por mim predita

vinda no vento ou no mar

*

XI

fazemos um pacto secreto

agora é a sério digo-me é para vencer

eu sou o mundo todo em concreto

porque vi a luz que faz a vida enfim valer

uma ideia de gente a sorrir e eu tão perto

*

XII

eis a mulher que sou à toa

visão de poeta se me assanho pior que gata

sou fêmea tigre chita leoa

defendo a IDEIA de ser maior em cada pata

para destroçar o poder que tem Lisboa


*


jrg
sinto-me: observador
música: Sagração da Primavera...
publicado por NEOABJECCIONISMO às 15:26
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 21 de Abril de 2012
A IDEIA !...





***

A IDEIA...

***

a IDEIA adeja

dentro e em volta de cada sonho

perturba a inacção

incita o pensamento a não temer a peleja

ao sou e não ao tenho

sendo a base do humanismo em formação

a IDEIA abraça e beija

*

a IDEIA vai na frente

bandeira da alma humanitária

agitada pelo vento

marcha no comando alegremente

combate a crise imaginária

lança foguetes de esperança sobre o tormento

a IDEIA fértil de semente

*

a IDEIA gera medo

aos agentes do poder à corrupção

porque exibe a alma pura

mostra a força sem qualquer segredo

porque não se cala o coração

na hora de romper esta absurda cercadura

a IDEIA desfaz todo o enredo

*

a IDEIA arrasa

espalha o pânico quando mostra a evidência

entre os facínoras entretidos

de como é fácil sem fortuna fazer casa

quando a alma toma consciência

sobre os destroços dos sistemas já falidos

a IDEIA assenta praça

*

a IDEIA  eureka é luz

porque alguém se dispôs a pensar

juntou traços desavindos

contra o ardil a mentira a opressão que reduz

uniu a soma de amizade com amar

despertou silêncios ergueu a voz abriu ouvidos

a IDEIA é a força que seduz

*

a IDEIA descobre saídas

onde todas as vias foram subtilmente fechadas

fura no tempo escava na memória

evolui como as crianças que se acham já crescidas

chama mulheres rufa tambores nas alvoradas

refaz da humanidade a nova história

a IDEIA não morre ante a violência das investidas

*

a IDEIA é o princípio

se a deixarmos morrer é o nosso humano fim

não a vamos deixar secar prender

antes elevaremos bem alto o seu bom auspício

plantaremos ideias à volta do jardim

que ninguém se atreva porque havemos de os vencer

a IDEIA é a arma da paz que vos envio

***

autor: jrg
sinto-me: idiota
música: Os Vampiros-Zeca Afonso
publicado por NEOABJECCIONISMO às 17:23
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 19 de Abril de 2012
PAPOILAS...


imagem,autor Ruben Bento...Olhares

*



PAPOILAS

**

papoilas sangrentas

por entre a seara madura

sangue flor do ouro

suor lágrimas vítimas sedentas

vermelhas da luxúria

de abelha borboleta ou besouro

nas pétalas suculentas

*

são um mar de vermelho pintado

com aromas de paixão

amanhecidas à sombra dos montes

ondulam ao vento agitado

gemem amor se soluça o coração

papoilas nos versos fontes

dum poema bucólico ao luar ditado

*

papoilas pétalas seda

tão frágeis na rude paisagem

que a alma fortalecem

quando um olhar nelas se queda

sibila o som da aragem

nos raios do sol que aquecem

caminhar p'la vereda

*

jrg
sinto-me: lirico
música: Jorge Palma
publicado por NEOABJECCIONISMO às 11:59
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 12 de Abril de 2012
ESTA NOITE...




 imagem pública tirada da net

*


1968 - ESTADO DE GUERRA

***

esta noite

quando todos dormirem

pego no vento

e fujo


jrg




*****




2011/2012 - ESTADO DE INDIGNAÇÃO



esta noite

quando todos dormirem

embrulhado no vento

de mãos dadas com uma mulher

deuses supremos

da razão ou do inconsciente

entraremos nos sonhos

abrindo as portas à consciência

dos que dormem

dos que acordados se atropelam

na dúvida no desassossego

e sussurraremos

a luz o som o cheiro sabor tacto sentido

num grito sem sonoridade

que ecoe pela alma a liberdade

de sermos gente

que estremeça e agite o pensamento

diremos foge

do estado infame da escravatura

de mãos dadas

confortados por entre mar e ventos

seremos fogo

nas coutadas gananciosas de poder

terra fértil

amor primavera das cinzas a renascer


venceremos!!!


*

autor: jrg
sinto-me: esperança
música: Sagração da Primavera...
publicado por NEOABJECCIONISMO às 11:36
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 11 de Abril de 2012
11 de MARÇO 1975 - EFEMÉRIDE







foto pública tirada da net

 *


11 MARÇO 1975 - EFEMÉRIDE

*

corria o eco de traição

as forças mortas tentavam o contra golpe

que o povo cerrasse fileiras

os militares distribuíam armas à Nação

em torno do Ralis não há quem poupe

as alma abnegadas contra as traiçoeiras

morreu um soldado com flores na mão

*

trinta sete anos passados

os passadistas tomaram o poder pura ilusão

cortaram tudo que odiavam

trabalho mercado saúde reformados

perante o silêncio da Nação

e já não há flores porque da seca secaram

temos de usar o vento dos tornados

*

a esperança de novo renasce

move-se por todo o país alerta o pensamento

as forças reactivas estremecem

em cada mulher será magia? uma nova face

em cada homem a luz delas tem assento

é o momento de acertar as contas que não esquecem

há um humanismo novo sob a catarse

*

autor: jrg
sinto-me: revoltado
música: Os Vampiros-Zeca Afonso
publicado por NEOABJECCIONISMO às 02:14
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
TRANCAS À PORTA!!!





imagem pública tirada da net

*

TRANCAS À PORTA...

*

não sei se nós humanos

temos um código de sangue ou PIN secreto

que determina vida e morte

deve haver algum segredo que evita danos

quando um acidente nos tira o teto

e leva a nossa alma a buscar um novo norte

para reparar a vida dos enganos

*

o ladrão quando te ou me assalta

tapa a cara por medo

não vá ele ser por nós reconhecido

se o topamos até mata

para ocultar da lei seu vil segredo

quer ser autor mas não banido

porque é parte da nação ou mãe ingrata

*

o governo quando saca

na reforma do idoso ou pensionista

insensível aos protestos

encobre o medo a vergonha e destapa

seu carácter d'arrivista

de ladrão meticuloso que anda aos restos

mais papista que o papa

*

melhor que dar ao ladrão

seja público de lei ou apenas solitário

os valores da dignidade

é lutar com a alma acesa e o coração

por um humanismo contrário

nascido da justa e mais ampla liberdade

que meta os criminosos na prisão

*

por isso canto a esperança

que todos os roubados tomem consciência

não há donos nem iluminados

a vida é nossa desde o tempo de criança

esgotada que foi a paciência

não há tempo a perder marchemos organizados

inundemos de medo a abastança


*

autor: jrg
sinto-me: indignado
música: Os Vampiros-Zeca Afonso
publicado por NEOABJECCIONISMO às 00:04
link do post | comentar | favorito
 O que é? |  O que é?
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
.posts recentes

. A HUMANIDADE DÁ-LHES UM T...

. MEMÓRIAS DO TEMPO DAS FES...

. BRINDO A UM ANO DE CONSCI...

. AS LÁGRIMA E OS RISOS SAR...

. EU JÁ VOTE!...

.arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Outubro 2015

. Outubro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

. CONVITE - LANÇAMENTO DO L...

. A PÁTRIA DO HOMEM É A ALM...

. Rogério Martins Simões - ...

. Um pedido especial

. Ano novo=)

. Início

. Cresci & Renasci

. Marcas de paixão

. História Romanceada...

. Destaque da semana...

.links
MyFreeCopyright.com Registered & Protected
Rimador Luso-Poemas

Palavra Terminação
.Romanesco-Biocrónicas
OFERTAS - NATAL - ANIVERSÁRIO - UMA ORIGINALIDADE - A SUA VIDA NUM ROMANCE
Escrevo histórias de vida de pessoas que se...
Luso-Poemas - Poemas de amor, cartas e pensamentos
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores
fio de Ariadne
blogs SAPO