26 comentários:
De Astrid Annabelle a 20 de Outubro de 2008 às 12:44
Neo,
poeta, dançante... chuva, pôr do sol, céu estrelado...
Nascimento , morte... quente, calmo e eletrizante...
"...e docemente penetrante

a primeira estrela brilhando

parece dançar alegremente

sinal de vitalidade que se sente

neste por de sol resplandecente

que sempre acentua o nascer

das almas simples e o morrer

eternamente..."
LINDO!!!
Beijo.
Astrid

De maria teresa a 22 de Outubro de 2008 às 02:51
Muito grata ,Astrid Annabelle,pelas suas amáveis palavras. Neste caso dirigidas ao Neo. E tbm bem merecidas por ele ,já que não tenho blogue. E , não sei mesmo se algum dia terei. A minha vida é muito preenchida.Gosto de escrever...e escrevo como um desabafo de alma...Talvez mesmo uma necessiadade espiritual. Desta vez cedi ao Neo "os direitos de autora "!!!(risos)
Ao João tbm agradeço a sua imensa gentileza.Ver ,estes versitos sem valor, expostos ao público...causou-me uma certa confusão... Normalmente só a amigos muito ìntimos mostro alguns dos meus trabalhitos. questão de personalidade , de timidez. Não sei! Sou assim!
Mais uma vez o meu agradecimento sincero .Votos de Felicidades Astrid Annabelle. Vc , sim ,tem um optimo blogue. Parabéns.
Maria Teresa
De NEOABJECCIONISMO a 20 de Outubro de 2008 às 16:46
Astrid Annabelle.
Agradeço o seu comentário. O poema é muito belo ,de uma senhora encantadora. Deixo o espaço para que ela comente o seu dizer magnifico sobre o poema.
Venho exausto mas repleto de energia de lá de onde a sua palavra e a sua imagem adejantes sobre o mundo das nossas consciências. Venho de Ubatuba, paraíso da Mata Atlântica, onde o Universo se funde com a alma.
Beijos de amigo
De NEOABJECCIONISMO a 20 de Outubro de 2008 às 16:54
Maria Teresa
Senti os seus poemas, como sente uma criança os afagos ternos de sua mãe. A doçura das palavras, a nobreza da luz que irradia, a água que corre pelo chão e o vento Norte, sempre ele, a trazer-nos a sua bênção, ainda que pareça ter a força de um Tufão.
Depois o por de sol visto de um outro lado do mar, a força electrizante das palavras que sente e diz numa torrente bendita até ao esconder do sol no horizonte, eternamente, do lado de cá de onde o vemos.
Temos poeta
Beijinhos de amigo
De Maria Teresa a 22 de Outubro de 2008 às 03:00
Olá NEO...bom amigo!
Tenho andado muito ocupada ,sem tempo mesmo para vir aqui. Desculpe-me ,não foi por ingratidão.
Apreciei tbm muito o seu gesto de "editor"...(risos),mas acho que não terá grande sucesso comigo!!!
Nãda prometo...mas o futuro o dirá!Agradeço todo seu carinho e entusiasmo. e colaboraçao poética tbm....no por do sol...
Um abraço amigo e o meu bem-haja ,nortenho!
Maria Teresa
De NEOABJECCIONISMO a 22 de Outubro de 2008 às 11:22
Maria Teresa.
Estou extasiado com o seu sucesso. Há muito que este espaço não merecia a beleza de tantos comentários , o que contraria a sua previsão e ainda bem, porque, se me deixar continuar, também eu poderei crescer à sombra da sua evidência poética.
Ser editor de uma alma sensível como a sua, é uma honra que nunca esquecerei.
Um beijinho de profunda amizade
De maria de fátima a 21 de Outubro de 2008 às 09:33
Meu caro Neo, melhor dizendo meu querido amigo João gostei muito deste poema.É de alguém de um outro blog.Será que eu conheço?Beijinhos.
De Maria Teresa a 22 de Outubro de 2008 às 03:15
Maria de Fátima , é com prazer que lhe venho agradecer os seus comentários diversos ...a respeito dos meus versos e tbm de tentativa de incentivação para que eu faça um blogue.
Percebi que somos conterraneas. Porque nao, entao ,tentarmo-nos conhecer ao vivo? Ainda por cima o Neo afirma que somos vizinhas....????
Para mim, aqui nos blogues ,é tão difícil descobrir as verdades!!!E isso limita-me para publicar.Entendeu?
E depois já tenho uma vida tão ocupada!
Mas irei tentar perceber-me sobre o assunto.
Agradecida pela sua forma carinhosa e entusiasta
despeço-me com carinho,
Maria Teresa
De maria de fátima a 22 de Outubro de 2008 às 09:19
Bom dia Maria Teresa eu também gostaria de a conhecer melhor, talvez quem sabe falarmos um pouco através de outro meio de comunicação.Vou-lhe deixar o meu e-mail mimi93@live.com.pt; talvez depois possamos encontrar-nos pessoalmente um dia para tomar um café.Beijinhos.
P.S.:O meu blog chama-se O portal mágico, o endereço mimienanico.blogspot.com
De NEOABJECCIONISMO a 21 de Outubro de 2008 às 11:19
Maria de Fátima.
Deixo o espaço para a autora comentar, se e quando quiser, o teu gostar dos seus poemas que são de facto de grande sensibilidade.
Não tem blog e aceitou que eu editasse estes poemas, como eu te convidei em tempos, lembras-te?
Também não creio que a conheças, ou pode até ser tua conhecida, porque vive no Porto, é tua vizinha, apesar do Porto ser já tão grande.
Agradeço o teu comentário e desejo-te um dia positivo
Beijinhos amigos
De maria de fátima a 21 de Outubro de 2008 às 11:33
É uma pena que ela não tenha ainda criado um blog.Insiste com ela para o criar.Não há coisa melhor, eu que o diga e só tenho o meu há 2, 3 dias.Beijinhos.
De NEOABJECCIONISMO a 21 de Outubro de 2008 às 12:01
Maria de Fátima.
Tenho insistido amiga. e penso que um dia ela se decidirá. Mas não posso fazer muito mais, a decisão é dela. Talvez quando vir as palavras carinhosas para com os seus textos, ela ache a importância de ter um espaço seu.
Feliz, hoje?
Beijinhos
De maria de fátima a 21 de Outubro de 2008 às 12:12
Sim muito, obrigada por perguntares João.Beijinhos.
De NEOABJECCIONISMO a 21 de Outubro de 2008 às 13:50
Maria de Fátima
Sempre que fores ao espelho, sorri, para ti que és bonita.
O sol hoje é todo teu, mas amanhã terás que o repartir.
Beijinhos
De maria de fátima a 21 de Outubro de 2008 às 14:25
João hoje aqui no Porto está a chover, talvez o sol volte a sorrir para mim amanhã.Sinto-me lindamente bem comigo própria e com o meu corpo de linda mulher.Beijinhos e uma boa tarde para ti, meu amigo.
De NEOABJECCIONISMO a 21 de Outubro de 2008 às 15:13
Maria de Fátima.
Chove e o sol escondido por entre a bruma de chuva e nuvens, brilha em ti ainda, porque tu és o sol. Não te esqueças, tu és o sol que brilha mesmo na escuridão.
Gosto de saber que te sentes bem, que te sentes linda e que amas o teu corpo.
A tarde será serena.
Beijinhos
De maria de fátima a 21 de Outubro de 2008 às 15:33
Ai João hoje a tarde está por nossa conta, só nós existimos para comentar(risos).Beijinhos.
De NEOABJECCIONISMO a 21 de Outubro de 2008 às 16:07
Maria de Fátima.
Afinal tu tinhas fala!...estou a brincar, risos. Sinto que apanhámos desta doença nova, a alegria. Até faz febre... Só tenho medo de ser perseguido pelo teu patrão, por te estar a desviar dos sagrados deveres de trabalhadora bem paga para trabalhar!...
Embora eu acredite que até estás a trabalhar com mais gosto.
Beijinhos
De pequenarebelde a 21 de Outubro de 2008 às 17:23
Querido Neo,
Passei para te ver...
E adorei...
A guerreira deu treguas a si mesma e descansa a alma que está a sofrer,
mas esta beleza trás não somente a leveza mas a certeza que vai continuar a viver!

prometo voltar com mais frequência!

um beijinho rebelde
De NEOABJECCIONISMO a 21 de Outubro de 2008 às 19:43
Querida amiga.
É mesmo teu, esse jeito de ser rebelde até ao fim.
Vieste de repente e dá-me uma alegria como há muito não sentia.
Força amiga
Tudo de bom para ti
Um beijinho para ti e volta e fica
De Maria Teresa a 22 de Outubro de 2008 às 03:27
Ser rebelde é uma caracteristica dum ser de grande personalidade.
Nunca desista disso na vida.
E que a sua "rebelião" a ajude e leve a bom porto os seus anseios até à paz, que todo ser humano necessita para se completar totalmente e a aceitar a VIDa tal como ela nos é dada.
Não basta sorrir...è preciso que o SORRISO transborde de Amor e vontade de Viver.
Apreciei muito o "seu" GOSTEI"
Grata,
Maria Teresa
De António Rosa a 22 de Outubro de 2008 às 19:20
Caro Neo,

Estou de regresso, aos poucos, depois de 18 dias sem computador em casa. Perdi centenas de endereços que tinha. Ficaram apenas aqueles amigos que estão no meu blogue... =)

Abraço

António
De NEOABJECCIONISMO a 23 de Outubro de 2008 às 17:04
António Rosa.
Tenho acompanhado esse seu drama dos tempos modernos. O computador pifar , apanhar-nos desprevenidos , porque não resguardamos os registos importantes. E é uma parte de nós que se vai.
Alegra-me que tenha resolvido a situação. Porque é de uma utilidade vital para o desenvolvimento da sua actividade e da sua mensagem humanitárias.
Saúdo o regresso
Um abraço
De menina sonhadora a 25 de Outubro de 2008 às 12:07
Ola!
Passei para ver como estas?
O teu nao é muito e as minhas visitas são sempre muito fugazes mas o tempo nao para e os deveres não diminuem.
Bonita esta tua forma de envolver as palavras dando-lhes uma beleza adicional :)
Espero que tenhas um bom fim de semana
bjs
De menina sonhadora a 25 de Outubro de 2008 às 12:14
* o tempo
De NEOABJECCIONISMO a 26 de Outubro de 2008 às 21:38
munina_sonhadra.
Sinto a tua chegada, afogueada pela corrida. Vens bela no teu vestido de ramagens, sóbrio e sedutor da tua imagem de menina.
O teu sorriso encantador, os olhos que procuram de ti o seu fulgor e nos transmitem a tua alegria de te sentires em construção.
Saúdo a tua partilha do pouco tempo que te resta entre o construir duma mulher e a visita a um amigo, acredita que entendo porque sei que um dia me virás visitar, exibindo o diploma final e nesse dia, o teu sorriso e o brilho dos teus olhos, atravessarão o limite do tempo que nos separa. E haverá um pouco mais de tempo para nos projectarmos como amigos infinitos.
Beijinhos e boa semana

Comentar post